Hidrovia tem destinos estratégicos

Agronegócio

Hidrovia tem destinos estratégicos

Obra inclui uma ligação com uma via congênere que vem de Goiás, no centro-oeste
Por:
291 acessos
Do estaleiro onde está sendo armada a estrutura para o transporte hidroviário do etanol, no oeste paulista, sairão vinte comboios, formados por um "empurrador" e quatro barcaças cada, com capacidade para transportar individualmente 7,6 milhões de litros por viagem. - Por meio da Hidrovia Tietê Paraná, a carga seguirá de Araçatuba ao Município de Anhembi (300 km), onde um duto subaquático de 100 km faz ligações com Paulínia, cidade na qual a distribuição ao mercado interno é feita. Outro ponto final é o Porto de Santos, para exportações.


A obra na hidrovia inclui uma ligação com uma via congênere que vem de Goiás, no centro-oeste.

"O etanol vinha sendo transportado por rodovia. A intenção é ter ganho econômico e ambiental", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico de Araçatuba, Carlos Farias.

O ganho pode chegar a R$ 20 por tonelada.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink