Holandeses no PR industrializam leite
CI
Agronegócio

Holandeses no PR industrializam leite

O objetivo é chegar a um processamento de mais 600 mil litros/dia, totalizando uma produção diária de 1 milhão de litros
Por:
A primeira etapa da Usina de Beneficiamento de Leite da Castrolanda (UBL), a cooperativa dos descendentes de holandeses localizada em Castro, no centro-sul paranaense, será inaugurada no próximo dia 14 com uma capacidade de processamento de 400 mil litros por dia. A matéria-prima advém dos produtores que fazem parte do Pool ABC, formada pelas cooperativas Batavo e Castrolanda. O projeto inicial custou cerca de R$ 40 milhões e, quando completo, atingirá R$ 95milhões para processar 1 milhão de litros de leite por dia. O principal produto é o concentrado de leite, consumido por indústrias.


A unidade entrou em funcionamento nesta semana e está recebendo 700 mil litros de leite por dia, dos quais cerca de 350 mil são industrializados e comercializado para empresas fabricantes de leite em pó, iogurtes e outros derivados. Os outros 350 mil litros vão para a indústria como leite in natura. A segunda fase do negócio já está sendo estudada. A previsão é produzir caseína e leite em pó. O objetivo é chegar a um processamento de mais 600 mil litros/dia, totalizando uma produção diária de 1 milhão de litros.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.