I-UMA lança Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio
CI
Agronegócio

I-UMA lança Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio

Encontros são voltados à gestão e inovação na cadeia de produção e negócios rurais
Por:

 
- Cinco regiões do Estado, abrangendo cerca de 100 municípios, serão mobilizadas para participação dos encontros voltados à gestão e inovação na cadeia de produção e negócios rurais.

- Evento desta segunda-feira, 17 de março, recebeu lideranças empresariais, profissionais do setor e autoridades políticas.

-  Nomes dos especialistas já confirmados como palestrantes no Circuito, ao longo deste ano, foram divulgados.

- Ibravin, Languiru, Cotrijal, Coopeg, Simbiose, Produfort, CCGL e Vinícola Guatambu Estância do Vinho são parceiros.

- “Uma série de encontros especializados, abrangendo cerca de 100 municípios do Estado, reunirá muitos valores, entre conhecimento, produção e mercado, para nos consolidarmos ainda mais como player referência do setor agrícola”. Assim, o presidente do Instituto de Educação Especializada no Agronegócio (I-UMA), José Américo da Silva, definiu o primeiro Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio, que percorrerá cinco regiões fundamentais da cadeia produtiva rural no Rio Grande do Sul e foi lançado nesta segunda-feira (17/03) pela instituição, na sua sede, em Porto Alegre.

Prestigiaram o evento lideranças das empresas parceiras e entidades apoiadoras, profissionais do setor e convidados especiais, além de representantes políticos, como o secretário estadual Adjunto da Agricultura, Cláudio Fioreze. Marcaram presença Dirceu Bayer, presidente da Languiru, Marcelo Oliveira, presidente da Simbiose, Moacir Mazzarollo, presidente do IBRAVIN, Salete Arruda, presidente da COOPEG, e Lauro Fassini, presidente da Produfort, entre outras autoridades. A solenidade ainda contou com a palestra de Clenio Nailto Pillon, chefe-Geral da Embrapa Clima Temperado, sobre “Segurança Alimentar e Tecnologias Sustentáveis: desafios e oportunidades”.
 
Dom Pedrito, Bento Gonçalves, Cruz Alta, Teutônia e Não Me Toque, e suas respectivas regiões, receberão os encontros com palestras de mercado e de conteúdos técnicos que buscam fomentar o conhecimento aplicado para a gestão e a inovação em segmentos estratégicos do agronegócio. Com entrada franca, o Circuito já tem confirmados para os encontros em formato de talk-show nomes como José Fernando da Silva Protas, pesquisador da Embrapa, com doutorado em Desenvolvimento Rural pela Universidade de Évora (Portugal), que coordena a Rede de Centros de Inovação em Vitinivicultura, articulada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; Cecília Czepak, doutora em Bioecologia Degli Entomofagi e Biocontrollo pela Universitá Di Degli Perugia (Itália) e prof. da Universidade Federal de Goiás; Flavio Cazarolli, consultor há mais de 20 anos em gestão estratégica e financeira; Julio Barcelos, Doutor em Zootecnia, especialista em sistemas de produção animal; e Sérgio Rangel, prof. de Ciências Atuariais da UFRGS e consultor em Gestão de Riscos e Economia Comportamental.
 
O programa é voltado a formadores de opinião, empresários do agronegócio, profissionais e produtores rurais, agentes do sistema financeiro, cooperativas, agroindústrias, entidades representativas e instituições de ensino e pesquisa. A iniciativa conta com a parcerias regionais de Ibravin, Languiru, Cotrijal, Coopeg, Simbiose, Produfort, CCGL e Vinícola Guatambu Estância do Vinho.
 
Multifuncional

Para o chefe-Geral da Embrapa Clima Temperado, Clenio Nailto Pillon, palestrante do lançamento, o grande desafio da agricultura do futuro é ser multifuncional. “Precisamos produzir, cada vez mais, não só alimentos, mas fibras, matérias-primas que sirvam à produção de energia limpa e outros “produtos verdes”, além de estabelecer extremos cuidados com o bem-estar animal e humano, isto é, produtos nutritivos e seguros à qualidade de vida e saúde pública”, destacou. Doutor em Ciência do Solo pela UFRGS, ele ainda reforçou a necessidade de aumento da soberania produtiva no Brasil, com eficiência em uso de recursos naturais, principalmente água, infraestrutura e manejo adequado que permita retirar CO2 da terra. “Uma das chaves para isso são os processos de produção mais tecnológicos, sendo, ao mesmo, naturais e sustentáveis”, conclui Pillon, que também é presença confirmada para as agendas do Circuito.
 
Os principais eixos temáticos na programação, que vai de abril a setembro, serão: Desafios da Gestão e da Eficiência Produtiva, Segurança alimentar e Tecnologias sustentáveis; Irrigação; Controle de pragas; Seguro de vida e continuidade do patrimônio; e RECIVITIS/SIBRATEC: Um exemplo prático de estímulo à inovação na vitivinicultura brasileira.
 
Datas, Locais e Empresas Parceiras Regionais:

29 de Abril - Dom Pedrito – Salão Nobre Sindicato Rural de Dom Pedrito, (Vinícola Guatambu Estancia do Vinho)
27 de Maio - Bento Gonçalves – Auditório EMBRAPA UVA E VINHO ( IBRAVIN, COOPEG ) 
03 de Junho - Cruz Alta – Centro de Eventos CCGL (CCGL, PRODUFORT, Simbiose)
22 de Julho - Teutônia – Associação Pró Desenvolvimento Languiru (LANGUIRU)
09 Setembro  - Não Me toque – Auditório Cotrijal (COTRIJAL)

Foto: José Américo da Silva
         Clenio Nailto Pillon

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink