Iapar lança hoje serviço Alerta Geada em Londrina

Agronegócio

Iapar lança hoje serviço Alerta Geada em Londrina

Por: -Admin
2 acessos

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) lança nesta quinta-feira (20-05), o Alerta Geada, serviço que faz, diariamente, previsões de temperatura e do risco de geadas com potencial de causar danos à cafeicultura. Para marcar o lançamento, o meteorologista Itamar Adilson Moreira apresenta o seminário “Rotina operacional de previsão do tempo”. O evento será realizado às 14h, na sede do Iapar, em Londrina.

As previsões do Alerta Geada podem ser acessadas gratuitamente pela internet (www.iapar.br). Quem preferir, pode obter as informações pelo telefone (43) 3391-4500; neste caso, o custo é de uma ligação para aparelho fixo – local ou interurbano.

Sempre que há risco de geada, o serviço também emite aviso para os meios de comunicação e, via e-mail, para técnicos e produtores cadastrados. Esse alerta é feito com 48 horas e confirmado com 24 horas de antecedência. Técnicos e produtores interessados em receber o alerta por e-mail devem se cadastrar na Área de Difusão de Tecnologia do Iapar: (43) 3376-2373 ou adt@iapar.br.

O Alerta Geada funciona de maio a setembro e está no décimo ano de operação. Sua realização é fruto de parceria entre Iapar, Instituto Tecnológico Simepar e a Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/PR).

Patrimônio

De acordo com o economista Paulo Sérgio Franzini, do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura, existem cerca de 124 mil hectares de café no Paraná. Predomina a produção familiar, 80% das mais de 15.000 propriedades têm menos de 50 hectares. Neste ano, o estado deve colher aproximadamente 2,4 milhões de sacas beneficiadas.

O Alerta Geada visa a proteção de lavouras novas, com até dois anos de implantação. São cerca de 2 mil hectares no estado. O plantio de um hectare de café custa aproximadamente R$ 3.850. Na opinião de Franzini, proteger os cafezais é um bom negócio para o produtor, pois as medidas de controle têm custo relativamente baixo, se comparadas com o investimento já realizado nas lavouras. “O enterrio das mudas custa cerca R$ 250, e o ‘chegamento de terra’, R$ 200 por hectare”, informa.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink