IB lança programa de snidade em agricultura familiar

Agronegócio

IB lança programa de snidade em agricultura familiar

O instituto já vinha desenvolvendo diversos projetos nas áreas de sanidade animal, vegetal e proteção ambiental relacionados à agricultura familiar
Por:
244 acessos

Desenvolver ações de curto, médio e longo prazos para transferir conhecimento e gerar tecnologias nas áreas de sanidade animal, vegetal e ambiental, visando à melhoria da qualidade de vida dos agricultores e dos alimentos produzidos nos municípios da região de Monte Alegre do Sul é o objetivo do Programa de Sanidade em Agricultura Familiar (Prosaf).

O lançamento ocorre nesta terça-feira (14 de abril), às 10 horas, na sede do Pólo Regional Leste Paulista da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (Apta/SAA). O evento contará com a presença do secretário-adjunto, Antonio Julio Junqueira de Queiroz.

O programa é coordenado pelo Instituto Biológico (IB/Apta/SAA) e tem a colaboração do próprio pólo, da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati/SAA) e de associações de produtores locais.

O Prosaf conta com 47 projetos e 22 eventos de transferência do conhecimento agendados para 2009, com foco em diversas culturas/criações, segundo o diretor-geral do IB, Batista Filho. “Parte dos recursos para execução das metas será proveniente do Tesouro do Estado, através do programa ‘Risco Sanitário Zero’”, explica.

O instituto já vinha desenvolvendo diversos projetos nas áreas de sanidade animal, vegetal e proteção ambiental relacionados à agricultura familiar, mas ainda não havia estabelecido um programa de natureza específica nessa área. “O Pólo Leste Paulista foi escolhido por apresentar as principais características para a agricultura familiar, com propriedades pequenas a médias e agricultura diversificada, em sua maioria”.

O Estado possui 150.200 propriedades rurais familiares, que representam 68,9% do total, com 4,25 milhões hectares, ou seja, 24,5% da área territorial. “Portanto, esse segmento rural é muito importante e carece de tecnologia adaptada às condições de necessidade desse tipo de produtor”, observa o diretor do IB.

A agricultura familiar predomina (mais de 60%) na produção de amendoim, batata, cebola, feijão, fumo, mandioca, sisal, tomate, uvas, suínos e frango. Produz a maior parte também de cacau, café e leite.

O conceito de agricultura familiar envolve as propriedades com menos de cem hectares, explica Batista. “Com isso, englobam-se nessa categoria as chamadas agricultura de subsistência, a pequena produção ou campesinato. Para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a agricultura familiar atende duas condições: a direção dos trabalhos do estabelecimento é exercida pelo produtor e o trabalho familiar é superior ao trabalho contratado”.

O Pólo Regional Leste Paulista, além de Monte Alegre do Sul, abrange os municípios de Águas de Lindóia, Amparo, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Conchal, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Itapira, Itatiba, Jarinu, Joanópolis, Lindóia, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Monte Alegre do Sul, Morungaba, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Santo Antônio da Posse, Santo Antônio do Jardim, Serra Negra, Socorro, Tuiuti e Vargem. O endereço do pólo é Estrada Vicinal Nelson Taufic Nacif, km 3. (Com informações da Apta)

CONTATOS:
Assessoria de Comunicação da Secretaria
Tel.: 11 5067-0069
Euzi Dognani/Adriana Rota
http://www.agricultura.sp.gov.br/

Assessoria de Comunicação da Apta
Tel.: 11 5067-0424
José Venâncio de Resende/Adriana Nascimento

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink