Ibama suspende combate às queimadas
CI
Imagem: Pixabay
MEIO AMBIENTE

Ibama suspende combate às queimadas

O motivo seria a falta de verba para fechar o mês de outubro
Por: -Eliza Maliszewski

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) ordenou a suspensão das atividades de combate às queimadas em todo país, incluindo o Pantanal, e o recolhimento de brigadas de combate a incêndios. O motivo seria a falta de verba para fechar o mês. A suspensão vale a partir da meia noite desta quinta-feira (22). 

"Determino o recolhimento de todas as Brigadas de Incêndio Florestal do IBAMA para as suas respectivas Bases de origem, a partir das 00:00H (zero hora) do dia 22 de outubro de 2020, onde deverão permanecer aguardando ordens para atuação operacional em campo", diz o documento assinado pelo chefe do Centro Especializado Prevfogo/Dipro, Ricardo Vianna Barreto.

O vice-presidente Hamilton Mourão, chefe de conselho da Amazônia, disse que vai conversar com ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles. Atualmente são cerca de 1400 agentes atuando na linha de frente contra o fogo.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) de janeiro a setembro, os focos de incêndio na Amazônia são os maiores desde 2010, com 76 mil pontos. Já no Pantanal 14% do bioma foi queimado apenas em setembro, com quase 33 mil metros quadrados, o equivalente às áreas dos estados do Distrito Federal e Alagoas juntos.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink