IBGE abre período para devolução de inscrição da seleção do Censo Agro 2017

Agronegócio

IBGE abre período para devolução de inscrição da seleção do Censo Agro 2017

Os candidatos possuem até 09 de janeiro de 2017 para efetuar o saque em qualquer agência do Banco do Brasil
Por:
1409 acessos

O IBGE informa que o orçamento para o ano de 2016, confirmado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), inviabiliza a realização do Censo Agropecuário em 2017, conforme estava planejado e já havia sido anunciado.
O orçamento do Censo Agropecuário constante no Projeto de Lei Orçamentária, de R$ 330.800.000, foi reduzido para R$ 266.856.444 na Lei Orçamentária (LOA) aprovada pelo Congresso Nacional em 14/01/2016.

A Direção do IBGE vinha tentando obter, junto ao Ministério do Planejamento, os recursos necessários às atividades de preparação da operação censitária e à aquisição de equipamentos, previstas para este ano e essenciais à execução da pesquisa no início de 2017. Entretanto, estas iniciativas de recomposição do orçamento não tiveram êxito.
Diante dessa realidade, o Censo Agropecuário está adiado, e uma nova data para sua realização está condicionada à liberação dos recursos necessários em tempo hábil à organização da operação.

As demais atividades previstas para 2016 no plano de trabalho do IBGE estão, até o momento, preservadas.
Comunicamos também a suspensão do processo seletivo em curso para preenchimento das 1.409 vagas temporárias destinadas ao Censo Agropecuário, bem como das atividades ligadas ao Censo experimental. Os inscritos no processo seletivo terão os valores das inscrições reembolsados. A Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br), empresa responsável pela organização da seleção, informará sobre os procedimentos a serem adotados para tanto.

O Censo Agropecuário é uma pesquisa de extrema relevância para o Brasil, pois se debruça sobre um setor fundamental para a economia nacional. Seus resultados fornecem informações que permitem tratar de um amplo espectro de assuntos atuais e importantes, indo da segurança alimentar e agricultura familiar, a questões macroeconômicas, como preço dos alimentos e balança comercial, passando necessariamente pelos temas relativos à sustentabilidade e à preservação ambiental. 5869


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink