IBGE confirma o Paraná como maior produtor de grãos do país

Agronegócio

IBGE confirma o Paraná como maior produtor de grãos do país

O Paraná é o maior produtor de grãos do País, respondendo por 19,8% da safra nacional
Por:
39 acessos

Com uma produção de 29,2 milhões de toneladas na safra 2006/07, o Paraná se mantém como o maior produtor de grãos do País, respondendo por 19,8% da safra nacional, segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O Estado é líder na produção de feijão, com 22% (780 mil toneladas nas três safras do ano); de milho, com 27% da produção nacional (13,9 milhões de toneladas nas duas safras); e também na produção de trigo, com 50% total produzido no país (1,9 milhão de toneladas). “Esta boa produtividade está estimulando os agricultores, e já iniciamos o plantio da safra de grãos de verão com uma estimativa de produção de 21,6 milhões de toneladas. Este resultado, se confirmado, vai representar um aumento de 14% , se comparada com a média dos últimos cinco anos” disse o secretário da Agricultura, Valter Bianchini.

Além do feijão, milho e trigo, o Paraná também é o maior produtor de aveia e cevada. Na safra 2006 foram colhidos no Estado 106.891 toneladas de cevada, que representou 51% da produção nacional que foi de 201.112 toneladas.

Na safra deste ano o Paraná vai colher 256 mil toneladas, 67% da produção nacional prevista, que é de 382 mil toneladas. A colheita de aveia deve render ao Estado 311 mil toneladas. “Isso é muito significativo, pois o Estado tem apenas 2,3% do território nacional, e se as previsões se confirmarem vamos fechar a safra 2007/08 como a segunda melhor da história, com cerca de 30 milhões de toneladas”, destacou Bianchini.

O Paraná ainda lidera como maior produtor de seda, com 90% da produção nacional, e de aves, com 22% de toda a produção do país. E se destaca como o segundo maior produtor de soja, com 20% da produção nacional e 11,8 milhões de toneladas, e como o segundo maior produtor de cana-de-açúcar, com 9% da produção, o que corresponde a 46,6 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink