IBGE estima safra de grãos em 133,4 milhões de toneladas

Agronegócio

IBGE estima safra de grãos em 133,4 milhões de toneladas

O levantamento de junho do Instituto é 1,3% abaixo em relação ao de maio
Por: -Giuliano
32 acessos

A produção nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas foi estimada em 133,4 milhões de toneladas em junho, mostrando uma redução de 1,3% em relação a maio. As condições climáticas desfavoráveis, aliadas às novas reavaliações, influenciaram a queda. No Piauí, safra da soja tem queda de 21,5%, devido à estiagem prolongada. A sexta estimativa da safra agrícola deste ano, realizada pelo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA1) para o mês de junho, destaca as variações negativas nas estimativas de produção em relação a maio do feijão em grão 1ª safra (-7,7%), feijão em grão 2ª safra (-2,7%), milho em grão 1ª safra (-1,4%), milho em grão 2ª safra (-4,0%) e soja em grão (-0,4%).

Estiagem prejudica a cultura de feijão no Nordeste:

A queda verificada na estimativa do feijão em grão 1ª safra, em junho, decorre, principalmente, da falta de chuvas nos estados da região Nordeste, que prejudicaram o desenvolvimento das lavouras, sobretudo no Piauí (-62,1%), Ceará (-16,6%), Rio Grande do Norte (-17,5%) e Bahia (-25,3%). Na região Centro-Sul, o produto já se encontra colhido, e os estados do Mato Grosso do Sul e Goiás, apresentam ajustes nas suas estimativas finais de –2,8% e –8,9%, respectivamente.

Para o feijão de 2ª safra, também foi observada queda comparada à estimativa de maio. As maiores diferenças são observadas no Rio Grande do Norte (-53,9%), Espírito Santo (-8,7%), Paraná (-20,8%), Mato Grosso do Sul (-11,5%) e Goiás (-14,5%). As condições climáticas também são o principal motivo para essas quedas, destacando-se as geadas ocorridas no final de maio e início de junho no Paraná e Mato Grosso do Sul, e a estiagem nos outros estados.

Produção de milho 2ª safra perde 600 mil toneladas com geadas:

Quanto ao milho de 1ª safra, que está praticamente colhido na região Centro-Sul, a diferença na estimativa de produção foi causada também pela falta de chuvas nos estados nordestinos. Piauí colheu 53,7% a menos do que o estimado. Já Ceará e Rio Grande do Norte marcaram variações negativas de 17,5% e 16,4%, respectivamente.

O milho de 2ª safra teve produção reduzida em 4% comparada ao mês de maio. As geadas no Paraná e Mato Grosso do Sul prejudicaram a produção com perdas de cerca de 10%, o que corresponde a menos 600 mil toneladas.

Soja tem queda de 21,5% em Piauí:

A soja teve decréscimo da produção de 0,4%. O Piauí influenciou neste percentual, já que suas lavouras sofreram com estiagens prolongadas e perdas nos índices de produtividade de 21,5%. Em 2006, o Estado colheu 544,1 mil toneladas e, em 2007, 484,4 mil.

Dezessete produtos têm alta na produção:

Dentre os vinte e cinco produtos analisados, dezessete apresentam variação positiva na estimativa de produção em relação ao ano anterior: algodão herbáceo em caroço (31,2%), amendoim em casca 2ª safra (19,0%), batata-inglesa 1ª safra (22,6%), batata- inglesa 2ª safra (8,0%), cacau em amêndoa (14,7%), cana-de-açúcar (12,7%), cebola (4,2%), cevada em grão (41,2%), feijão em grão 1ª safra (16,0%), laranja (1,1%), mamona em baga (21,2%), mandioca (2,8%), milho em grão 1ª safra (15,4%), milho em grão 2ª safra (38,1%), soja em grão (11,3%), trigo em grão (60,6%) e triticale (4,0%).

As variações negativas foram pesquisadas para amendoim em casca 1ª safra (10,2%), arroz em casca (4,4%), aveia em grão (37,1%), batata-inglesa 3ª safra (2,1%), café em grão (15,1%), feijão em grão 2ª safra (12,7%) e sorgo em grão (14,6%).

Safra de cereais, leguminosas e oleaginosas é 14% maior:

Na sexta estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas2 2007, é prevista uma produção de 133,4 milhões de toneladas, quantitativo 1,3% menor que o informado em maio (135,1 milhões de toneladas), e maior em 14,0% que a obtida em 2006 (117,0 milhões de toneladas). A área cultivada nessa safra é inferior 0,4%, com 45,3 milhões de hectares. A soja e o milho 1ª safra são as culturas que apresentam maiores áreas plantadas, com respectivamente, 20,6 e 9,3 milhões de hectares plantados em 2007.

O volume de cereais, leguminosas e oleaginosas foi maior na região Sul, 60,5 milhões de toneladas. O Centro-Oeste marcou 44,2 milhões de toneladas; Sudeste, 16,0 milhões de toneladas; Nordeste, 10,3 milhões de toneladas e Norte, 3,0 milhões de toneladas. As colheitas de verão, como milho e soja, encontram-se praticamente encerradas. As novas observações estarão voltadas para as culturas de inverno, como o trigo. As informações são da assessoria de imprensa do IBGE.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink