Ideas for Milk Lives leva o consumidor para o centro do debate
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

Ideas for Milk Lives leva o consumidor para o centro do debate

O Ideas for Milk reuniu quatro especialistas do mercado lácteo, colocando no centro do debate o consumidor
Por:

O Ideas for Milk reuniu quatro especialistas do mercado lácteo, colocando no centro do debate o consumidor. Os debatedores foram selecionados para representar um mosaico do que é o movimento Ideas for Milk: o esforço conjunto das instituições públicas e privadas, formadas por universidades, mercado e instituições de pesquisa, cujo objetivo é fomentar um ecossistema para o setor, gerando startups que apresentem soluções para os problemas da cadeia produtiva de lácteos.

Mediado pelo chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, a live teve entre os debatedores, a professora da PUC/MG, Sara Pimenta Rezende; o professor do Insper, Sílvio Laban; o diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho e gerente de marketing da Tetra Pak, Luis Eduardo Ramirez. Essa foi a última das sete lives, antes do Vacathon, com início no dia 22 e vai até 30 de outubro.

Abrindo o debate, Martins provocou a todos com a pergunta-título da live: O que devemos aprender para satisfazer o novo consumidor? A primeira a responder foi a professora da PUC/MG. Sara iniciou sua argumentação definindo o que é o consumidor e como ele valoriza e constrói a identidade de um produto. Na sequência, Laban falou que o consumidor passa por mudanças ao longo do tempo é que sempre havendo um novo consumidor. Ele lembrou um corolário do marketing de Warren Buffett (Preço é o que você paga; valor é o que você recebe), para defender a ideia de que o consumidor muda de acordo com a mudança de seus valores. “Temos hoje valores que nem imaginávamos no passado, o consumidor é sempre novo e para manter novo o produto, a questão é entender os aspectos mais salientes do momento”.

Ramirez, profissional de mercado, fez coro com os acadêmicos, dizendo que está surgindo um consumidor, com novas exigências, ressaltando que é importante não esquecer a questão humana, que o produto deve abarcar em seus valores. Reis, também representando a cadeia produtiva, afirmou que os novos consumidores estão revolucionando a cadeia produtiva. “Alguém que já nasceu no mundo tecnológico fez com que o produto apresentasse novos valores”. Sara, reforçou que o conceito de novo vai além de questões como a idade. Afirmação compartilhada por Cruz, que diz haver um consumidor que está além do que se define como geração X, Y ou Z: “Muitos valores se tornaram intergeracionais. As empresas precisam olhar para fora para entender os novos valores do consumo e se renovar diante deles. Sara citou como exemplo de novos valores a sustentabilidade e o bem-estar animal, questões que trazem reflexões profundas para a humanidade.

Uma última questão abordada disse respeito às bebidas vegetais, que competem com o leite. Segundo Ramirez, “as bebidas proteicas baseadas em plantas crescem com o crescimento dos valores ligados à sustentabilidade”. O que se tem que combater, segundo ele, é a incorreção das informações. Há diferenças entre as bebidas à base de proteína vegetal e o leite e isso deve ser destacado. Mas Ramirez afirmou que não haverá um único produto que atenda a todos os consumidores e a tendência é mesmo a segmentação. Cruz fechou a questão dizendo que respeita o consumo do chamado “leite vegetal”, mas também criticou o erro das informações: “Leite vem de mamíferos. Leite é leite. As novas bebidas proteicas precisam ocupar espaço enaltecendo suas propriedades”. Tanto Ramirez quanto Cruz concordaram com a segmentação do mercado e que há espaço para todo mundo, sem radialismos.

Os interessados em assistir o programa completo devem acessar o link https://www.youtube.com/watch?v=Hjmn7tcTJ60. Os sete programas o Ideas for Milk Lives também estão depositados no link: https://www.ideasformilk.com.br/milktube.

Ideas for Milk – O Ideas for Milk é uma idealização da Embrapa Gado de Leite, em parceria com Agripoint, Bovcontrol, KER Innovation, Ciatécnica, Texto Comunicação, que entra em sua quinta edição. E conta com o Patrocínio Diamante do Sebrae e da Tetrapak; Patrocínio Ouro da TIM; Patrocínio Prata da FAEMG/Inaes, Silemg, Vaccinar e Patrocínio Bronze da DSM/Tortuga, CLASS, JA Saúde Animal, Nestlé, Piracanjuba, Vivalácteos e Belgo Bekaert e apoio da Microsoft, Abraleite, Vivare, Revista Indústria de Laticínios e Revista Balde Branco. Além do Ideas for Milk Lives, o evento é formado pelo Vacathon (trocadilho de “vaca” com “hackathon”), Caravana 4.0, Desafio de Startups e pelo Prêmio Ideas for Milk de Inovação. Segundo Martins, a edição do evento neste ano será intercontinental. Além de 27 universidades brasileiras, participarão equipes de Portugal (Universidade de Évora), Angola (Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências – ISPTEC) e Argentina (Bolsa de Commodities de Rosário). Para outras informações sobre os eventos, visite o site do Ideas for Milk: https://www.ideasformilk.com.br/.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink