Identificado primeiro foco de ferrugem em lavoura comercial

Agronegócio

Identificado primeiro foco de ferrugem em lavoura comercial

O foco foi identificado na região de Itaberá, estado de São Paulo
Por:
4748 acessos
O Consórcio Antiferrugem recebeu o primeiro registro de ferrugem asiática da soja em lavoura comercial da safra 2012/2013. O foco foi identificado na região de Itaberá, estado de São Paulo, pelo técnico Antônio Claudio Wesgueber, da Cooperativa Capal, e técnicos da Fundação ABC.

De acordo com o engenheiro agrônomo José de Freitas, a ocorrência foi confirmada em uma área de bordadura de lavoura comercial, localizada próxima a uma área de soja perene. Na lavoura comercial, o sintoma está em fase inicial. “A doença foi encontrada apenas na borda da lavoura, ao lado de soja perene com alta presença de ferrugem, que constituiu a fonte de inóculo primário. No restante do talhão e em talhões vizinhos, bem como, em diversas outras lavouras na região, até mesmo em estádios mais adiantados, não foi encontrada a presença da doença”, explica.

A soja perene é uma planta rasteira, usada na contenção de barrancos e margens de rodovia. “Já se sabia que a soja perene era hospedeira, mas nos anos anteriores a incidência era mais baixa”, relata Freitas.

De acordo com o pesquisador Rafael Moreira Soares, da Embrapa Soja, é preciso que o produtor siga monitorando as lavouras. Para quem tem áreas com soja perene próximas, é importante realizar vistorias nessas áreas também. “A inspeção frequente da lavoura é de suma importância e, caso a doença seja encontrada ainda no estádio vegetativo, a primeira aplicação de fungicida deve ser feita”, observa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink