IDEXX destaca sorologia com fluídos orais de suínos em programação paralela do VII SBSS

Agronegócio

IDEXX destaca sorologia com fluídos orais de suínos em programação paralela do VII SBSS

Evento será em Chapecó
Por:
928 acessos

Empresa lança tecnologia inovadora para monitorar o status sanitário do rebanho em evento com
especialistas internacionais

Quais são os mais importantes protocolos de monitoramento em suínos nos principais mercados mundiais? Como interpretar corretamente os resultados de sorologia em suínos? Quais são as variáveis a considerar? Quais são as doenças prevalentes na indústria brasileira? Quais são os benefícios dos testes por fluídos orais? Enfim, como esta técnica revolucionária pode ajudar a garantir a sanidade do plantel e como ela deve influenciar a suinocultura no futuro? Estas são algumas das perguntas que serão respondidas por algumas das principais autoridades em saúde animal do mundo durante o “Seminário IDEXX de Monitoramento da sanidade de suínos por anticorpos e fluidos orais”, que vai acontecer nesta quarta-feira, dia 6 de agosto, no VII Simpósio Brasil Sul de Suinocultura (VII SBSS), em Chapecó, Santa Catarina.

Acompanhar o status sanitário do rebanho é fundamental para o médico veterinário saber quais são os desafios da granja, além de representar uma carne mais saudável e de melhor qualidade na mesa do consumidor, defende a médica veterinária e gerente de Aves e Suínos da IDEXX Brasil, Andréa Carneiro. A empresa vai promover o encontro com o objetivo de debater as mais recentes tecnologias em monitoramento do status sanitário da granja e como elas vão influenciar a produção de carne suína no futuro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink