II Workshop TEC-DAM apresentará resultados

Agronegócio

II Workshop TEC-DAM apresentará resultados

Estão sendo esperados cerca de 100 participantes
Por:
278 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Uma das prioridades do trabalho de pesquisa da Embrapa Suínos e Aves desde o final de 2014, a destinação de animais mortos em propriedades, já apresenta resultados concretos por meio do projeto TEC-DAM (Tecnologias para Destinação de Animais Mortos). Isso será mostrado durante a realização de workshop nesta quarta-feira, dia 09, na sede da Unidade. A programação prevê a apresentação de resultados pela manhã, com palestras sobre as principais linhas de trabalho, e à tarde exposição e dinâmica de equipamentos e tecnologias. Estão sendo esperados cerca de 100 participantes.

De acordo com o líder do projeto, Everton Krabbe, a realização deste evento tem como propósito mostrar ao público envolvido com o tema os trabalhos em andamento e algumas das propostas que a Embrapa tem para esta problemática. A destinação e transporte de animais mortos afeta a maioria das propriedades rurais que tem produção animal, como suínos, aves e bovinos. A preocupação está especialmente na falta de uma regulamentação específica que atenda os aspectos sanitários, ambientais e econômicos. Foi com a proposta de auxiliar os produtores e órgãos regulamentadores na questão que a Embrapa estabeleceu ações de pesquisa que contemplam o projeto. O principal objetivo é estudar as diversas rotas tecnológicas, propondo alternativas para posterior regulamentação pelos órgãos competentes.

No workshop, a abertura prevê uma apresentação geral sobre os avanços deste projeto e em seguida iniciam as apresentações mais específicas. O pesquisador Rodrigo Nicoloso da Silveira abordará sobre as "Rotas de tratamento de carcaças de animais mortos", tendo na sequência a apresentação dos pesquisadores Luizinho Caron e Nelson Morés sobre "Biosseguridade e análise de risco para remoção de animais mortos das propriedades rurais". E para finalizar as apresentações da manhã, o pesquisador Everton falará sobre as "Perspectivas quanto ao uso de carcaças de animais mortos para produção de farinhas". O encerramento da parte da manhã ocorre com discussões mediadas pela chefe geral Janice Zanella e o chefe de P&D Airton Kunz.

Para a parte da tarde, os participantes serão divididos em quatro grupos para a visitação às estações de tecnologias. A visita em cada uma delas terá duração de 30 minutos. As estações serão: Laboratório Biogás, Compostagem de Bovinos, Área de Exposição de Equipamentos e Laboratório TEC-DAM.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink