IICA pede transformação da agricultura no continente

POLÍTICA

IICA pede transformação da agricultura no continente

"Questões pendentes na agricultura geram brechas de produtividade"
Por: -Leonardo Gottems
116 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O diretor-geral do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Manuel Otero, pediu para que os países tropicais do Continente Americano enfrentem os atrasos em termos de produtividade agrícola. A afirmação foi feita durante sua participação no Fórum Global de Toronto, onde integrou o painel "Sistema Global de Alimentos: atendendo às necessidades de amanhã". 

"Trigo resistente a secas, carne artificial, drones no espaço rural. Existe uma realidade estabelecida em países com uma agricultura moderna e ‘tecnificada’ diferente da dos países da zona tropical e o principal desafio do IICA é que ninguém fique para trás. Isso significa acelerar o processo de transformação da agricultura nesses países, importadores líquidos de alimentos e atrasos tecnológicos”, comenta. 

Nesse sentido, em sua apresentação para um público composto principalmente por líderes empresariais, muitos deles ligados à agricultura, Otero lembrou como "questões pendentes na agricultura geram brechas de produtividade", colocando como exemplo as diferenças de produtividade por hectare de lavouras. como o milho nos Estados Unidos ou no Canadá, com os registrados no Caribe, em média dez vezes menor. 

Além disso, ele também disse que "para acelerar o processo de transformação e dar um novo olhar para a agricultura, a bioeconomia aparece como o paradigma mais interessante" na medida em que "aproveita a riqueza biológica da região para promover o desenvolvimento produtivo e tem a vantagem de promover o desenvolvimento de baixo carbono ". 


Otero dividiu o painel no Fórum Global de Toronto com o CEO da Bunge, Soren Schroder; o editor de Agricultura e Comércio de POLÍTICO, Pradnya Joshi; o membro do Conselho do Instituto de Política Agrícola do Canadá, Deb Stark; a diretora executiva do Global Crop Diversity Trust, Marie Haga; o Presidente Executivo da AeroFarms, David Rosenberg; e o presidente da Danone Canadá, Pedro Silveira. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink