IMAmt premia monitores em treinamentos
CI
Algodão

IMAmt premia monitores em treinamentos

IMAmt reúne monitores técnicos de campo para um treinamento anual, que ganhou um novo atrativo na edição de 2018
Por:

Há 12 anos, o Instituto Mato-grossense de Algodão (IMAmt) reúne monitores técnicos de campo para um treinamento anual, que ganhou um novo atrativo na edição de 2018. Cerca de 700 pessoas – entre monitores e estudantes - participaram dos treinamentos do IMAmt, nos seis núcleos regionais de produção algodoeira, entre os dias 21 de fevereiro e 2 de março.

Além de assistirem a palestras dos pesquisadores Rafael Galbieri, Jacob Netto e Edson Junior, os monitores tiveram a oportunidade de testar seus conhecimentos em três avaliações elaboradas pelos palestrantes. As questões de múltipla escolha abordavam temas relacionados às principais pragas e doenças do algodoeiro, e também a plantas daninhas e eram propostas à turma antes da palestra de cada pesquisador.

O resultado veio ao final da jornada em forma de prêmios oferecidos pelo IMAmt: um aparelho celular (smartphone), um kit de pesca e uma caixa de som JBL, que foram entregues aos três monitores que somaram mais pontos em cada regional. Embora o celular fosse o prêmio de maior valor, em algumas regionais o primeiro colocado optou por levar para casa um dos outros prêmios.

No Núcleo Regional Centro, que sediou o último treinamento, um prêmio extra (um celular) foi entregue pelo ATR Renato Tachinardi a Adilson Aleixo, da Assist Consultoria, homenageado por ter participado dos 12 treinamentos para monitores técnicos de campo realizados pelo IMAmt.

"Nossa intenção foi valorizar um profissional que é importante no sistema produtivo adotado em Mato Grosso. A cotonicultura é uma atividade complexa e muito tecnificada, mas o olhar cotidiano do monitor técnico do campo bem treinado é fundamental para detectar a presença de insetos-praga e outros vetores de doenças em meio às lavouras", afirma Tachinardi. O trabalho dos monitores, acrescenta, contribui para evitar a maior pressão de pragas e doenças (além do aumento de plantas daninhas), reduzindo custos de produção e beneficiando o meio ambiente.

Além de ter sido um dos temas da palestra do entomologista Jacob Netto, o bicudo do algodoeiro, considerado a maior praga da cotonicultura nacional, também foi destaque na apresentação feita pelo ATR de cada regional. Foi feito um resumo dos resultados do Sistema de Alerta de Pragas Emergentes (SAP-e), que monitora a captura de bicudos em armadilhas instaladas em fazendas de associados à Ampa (Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão).

Confira a lista dos monitores premiados em cada regional:

Núcleo Regional Centro (região de Campo Verde)

1º lugar: Marcilei de Paula Soares, da Fazenda Fartura, do Grupo Bom Futuro – aparelho celular

2º lugar: Roberto Montagner, da Fazenda São João Batista - kit de pesca

3º lugar: Rogério Souza Reis, da Fazenda Machado - caixa de som JBL

Núcleo Regional Centro Leste (região de Primavera do Leste)

1º lugar: Marcelo Boschetto, da Fazenda Los Angeles (Grupo GCAP) – aparelho celular

2º lugar: Edvaldo Xavier de Souza, da Fazenda Cidade Verde (Grupo WDF Agro) - kit de pesca

3º lugar: Joelcio Pinto, da Fazenda Sonho Dourado (Grupo Agropecuária Três Estrelas) - caixa de som JBL

Núcleo Regional Médio Norte (região de Campo Novo do Parecis)

1º lugar: Getúlio Gomes Machry, Grupo Piaia - kit de pesca

2º lugar: Milena Barroso Quirino, da Amaggi - aparelho celular

3º lugar: Antoniony do Lago Feirosa, da Amaggi - caixa de som JBL

Núcleo Regional Noroeste (região de Sapezal):

1º lugar: Samuel Abilio Andrade Rocha, do Grupo Webler – aparelho celular

2º lugar: Rafael Barboza de Souza, da SLC Agrícola – caixa de som JBL

3º lugar: Leidiane Cleres Reis, da SLC Agrícola - kit de pesca

Núcleo Regional Norte (regiões de Sorriso e Lucas do Rio Verde):

1º lugar: Rafael Benedito Aparecido da Silva, da Fazenda Santa Lucia - aparelho celular

2º lugar: Natanael Gorge Coutinho, da Fazenda Cedro (Grupo Boa Esperança) - kit de pesca

3º lugar: Alexandre Barbosa Gomes, da Fazenda Mutum (Ideal Agro) - caixa de som JBL

Núcleo Regional Sul (região de Rondonópolis):

1º lugar: Davi Constantino da Silva, da Fazenda Girassol do Prata - aparelho celular

2º lugar: Mike Gonçalves dos Santos, da Fazenda Farroupilha - kit de pesca

3º lugar: Ialdo Nascimento de Lima, da Fazenda Piqui do Araguaia - caixa de som JBL


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.