Importações americanas cresceriam 94% sem barreiras

Agronegócio

Importações americanas cresceriam 94% sem barreiras

Por:
9 acessos
Se os países ricos eliminassem suas tarifas e cotas, suas importações de carnes, açúcar, etanol, suco de laranja e fumo em folha disparariam. No caso dos Estados Unidos, o aumento seria de 94% - ou US$ 4,8 bilhões -, para US$ 9,8 bilhões. Já as compras externas da União Européia cresceriam 55% (3,1 bilhões de euros), para 5,06 bilhões de euros. Europeus e americanos são os maiores importadores mundiais de produtos agrícolas.


Esses números correspondem à geração de comércio que poderia ocorrer caso as negociações da Área de Livre Comércio das Américas (Alca) ou o acordo entre Mercosul e União Européia culminem em uma eliminação total de tarifas. Brasil e Argentina, que são grandes produtores agrícolas, se apropriariam de boa parcela desse total.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink