Agronegócio

Importadores vêm ao Brasil avaliar sanidade

Estão previstas sete missões estrangeiras específicas da UE, Argentina e Chile
Por: -Mauro Zanatta
1 acessos
Os primeiros quatro meses deste ano serão decisivos para o comércio exterior do agronegócio brasileiro. Especialistas dos principais mercados importadores de produtos nacionais, sobretudo de carnes, estarão no Brasil para avaliar desde a evolução dos sistemas de defesa agropecuária até a habilitação de novos estabelecimentos exportadores. Será o primeiro grande teste desde a descoberta de febre aftosa em Mato Grosso do Sul e no Paraná, no fim de 2005.


Estão previstas sete missões estrangeiras específicas de União Européia (UE), Argentina e Chile. Neste primeiro semestre, outras cinco missões do governo brasileiro devem visitar parceiros na UE, Ásia e América do Norte para tentar a ampliação dos mercados. Responsável pela recepção das comitivas dos parceiros comerciais, o Ministério da Agricultura aposta na manutenção das compras e em reaberturas de mercado até abril. "Fizemos um trabalho de aproximação em 2006 e estamos preparados para um período de cobrança dos parceiros", disse o secretário de Relações Internacionais, Célio Porto, ao Valor. Hoje, 58 países impõem restrições comerciais, totais ou parciais, aos produtos do setor.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink