INAES e SENAR Nacional capacitam técnicos do Programa Leite Saudável

Agronegócio

INAES e SENAR Nacional capacitam técnicos do Programa Leite Saudável

O treinamento acontece na sede do SISTEMA FAEMG, em BH, e vai até 30 de novembro
286 acessos

Para promover a melhoria da gestão, da produção, do beneficiamento e da comercialização dos produtos agropecuários, o INAES e o SENAR começam, nesta segunda-feira (21), a capacitação de técnicos do Programa Leite Saudável, que atuarão em Minas. O treinamento acontece na sede do SISTEMA FAEMG, em BH, e vai até 30 de novembro. A capacitação em Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), seguirá metodologia e procedimentos do SENAR Nacional e contará, ainda, com visita técnica a uma fazenda produtora de leite e treinamento no software do programa. 

A Assistência Técnica é um dos sete pontos do programa Leite Saudável e constitui serviço de orientação aos produtores rurais, de caráter continuado, realizado por meio de visitas mensais de profissionais responsáveis pela avaliação e orientação aos produtores. O Leite Saudável também prevê a capacitação para o trabalhador na produção de leite. 

O superintendente do INAES e coordenador do programa em Minas Gerais, Pierre Vilela, diz que o Leite Saudável tem como base a melhoria da produção: “Isso influencia diretamente a produtividade e a qualidade do leite, pela adoção de tecnologias disponíveis e aplicáveis às realidades locais, além da implementação de gestão eficiente na busca de maior rentabilidade para o negócio”. 

Leite Saudável

O Programa Leite Saudável, lançado em 2015 pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), tem como objetivo a melhoria da qualidade, da produtividade e da competitividade do leite, por meio do desenvolvimento da assistência técnica, melhoramento genético e boas práticas agropecuárias, para o aumento da renda e ascensão social dos produtores rurais. 

O Programa tem como público-alvo 80 mil produtores de leite das classes C, D e E, de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, estados que representam 72,6% da produção nacional (466 municípios). 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink