Indenizações por abates em MS devem consumir R$ 16 milhões
CI
Agronegócio

Indenizações por abates em MS devem consumir R$ 16 milhões

Do montante, R$ 8 milhões já foram repassados para os produtores
Por:

Dos R$ 25 milhões liberados nos últimos dias pelo Ministério da Agricultura e Pecuária para o Mato Grosso do Sul, cerca de R$ 16 milhões devem ser usados para indenização, enquanto o restante deve ser destinado à Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal), através de convênios, para ações sanitárias, segundo o superintendente federal de Agricultura, Orlando Baez.

Segundo ele, R$ 8 milhões já foram repassados para os produtores referentes aos abates de 24 mil animais. Outros 20 mil devem ser abatidos a partir desta semana, consumindo aproximadamente o mesmo montante. Baez afirma que não há indenizações em atraso, informações ratificada pelo Sindicato Rural de Eldorado. Embora no abate sanitário a carne seja aproveitada, muitos animais estão sendo abatidos jovens ou magros, por isso é feita a indenização.

Sobre a implantação de uma faixa de vigilância na fronteira, com 15 quilômetros de cada lado, afirma que o fato de o Paraguai ser reconhecido como área livre de febre aftosa com vacinação não deve trazer problemas, uma vez que a sugestão partiu da Organização Mundial de Saúde Animal e foi acatada pelo País vizinho.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink