Independência pede suspensão de pagamento e Acrimat quer garantia
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,166 (1,02%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)


Agronegócio

Independência pede suspensão de pagamento e Acrimat quer garantia

A Acrimat fala até em pedido de falência do frigorífico por não cumprir acordo firmado em AGC
Por: -Janice
932 acessos

A Acrimat fala até em pedido de falência do frigorífico por não cumprir acordo firmado em AGC

Suspensão do pagamento das parcelas aos pecuaristas credores por 04 a 06 meses até conseguir um novo aporte financeiro e cancelamento do pagamento da parcela de setembro. Essa será a pauta de mais uma Assembléia Geral de Credores – AGC – convocada pelo Independência S.A.e a Nova Carne Indústria de Alimentos Ltda., ambas em recuperação judicial desde 2008, para o dia 08 de setembro de 2010, em primeira chamada, e dia 13 de setembro de 2010, em segunda chamada, em São Paulo.

A proposta apresentada pelo frigorífico e aceita pelos pecuaristas no dia 05 de novembro de 2009, foi de pagamento à vista de R$ 100 mil e os com crédito superior, receberiam R$ 100 mil de entrada e saldo dividido em 24 parcelas, pagas a partir de março deste ano, e corrigidas pela taxa Selic. “Eles pagaram apenas 6 parcelas e já estão voltando atrás do combinado e sem dar ao pecuarista nenhuma garantia”, disse o superintendente da Associação dos Criadores e Mato Grosso – Acrimat, Luciano Vacari. Ele participou de uma reunião nesta quinta-feira (02) em São Paulo, a convite da diretoria do Independência, juntamente com demais entidades representativas dos produtores, onde foi comunicada essa decisão

Varaci ressalta que “é impossível aceitar o que eles estão pedindo sem uma garantia, pois já demos nosso voto de confiança e veja o que recebemos: mais um pedido de espera, até conseguirem um aporte financeiro”. Nesse caso, o superintendente da Acrimat acredita que o pecuarista tem duas saídas: “aceitar mais uma vez o que o frigorífico pede e torcer para receber, ou pedir a falência da empresa, já que eles descumpriram o acordo firmado em assembleia geral”. A Acrimat avisou que vai se reunir com os pecuaristas credores para discutir a situação e se preparar para mais uma AGC e buscar a garantia de pagamento das parcelas que faltam. Das 24 parcelas, apenas 6 foram pagas. A parcela de setembro já não será paga.

Os credores do frigorífico Independência estão em cinco estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Minas Gerais e Goiás. Ao todo são 1.524 pecuaristas e uma conta a receber na ordem de R$194 milhões. O Independência, quando entrou com o pedido de Recuperação Judicial tinha uma dívida de R$ 55.665.367,90 com 494 produtores de Mato Grosso. Depois da AGC, 75% dos pecuaristas tiveram suas dividas quitadas.

As informações são da assessoria de imprensa da Acrimat.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink