Indústria busca menos FCO e verba pode ser revertida para agronegócio

Agronegócio

Indústria busca menos FCO e verba pode ser revertida para agronegócio

Repasse de crédito ficou em apenas 55% do total estimado de R$ 1,1 bilhão
Por:
1305 acessos

Faltando pouco mais de 30 dias para vencer o prazo e chegar à meta de 100% no repasse em crédito para empreendimentos de Mato Grosso do Sul por meio do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO), Governo do Estado conseguiu aprovar até agora R$ 607 milhões em cartas-consultas de projetos, montante 9,72% maior que o autorizado nos primeiros sete meses de 2015 e o equivalente a 55,18% do mínimo disponível para financiamento neste ano, de R$ 1,1 bilhão.

A baixa procura pela modalidade empresarial  — que corresponde a 50% do total financiável; o restante é destinado ao FCO Rural — preocupa o conselho estadual de investimentos do Fundo, que tem reunião agendada na próxima semana com o Banco do Brasil, principal instituição responsável pela análise de crédito dos projetos, para tentar equacionar soluções para o cenário e agilizar o financiamento dos R$ 400 milhões ainda disponíveis.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink