Indústria da cerveja unida para o fortalecimento do setor
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

Indústria da cerveja unida para o fortalecimento do setor

Sindicerv e Abracerva assinam termo de cooperação técnica para fomentar a qualidade da cerveja
Por:

O setor brasileiro da cerveja movimenta uma das extensas cadeias produtivas do País responsável por 2,02% do PIB, geração de mais de 2 milhões de empregos diretos, indiretos e induzidos. São mais de 1.600 cervejarias que integram esse ecossistema que tanto contribui para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Para fortalecer ainda mais esse pujante setor, o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja -- Sindicerv, e a Abracerva - Associação Brasileira da Cerveja Artesanal, assinaram Termo de Cooperação na abertura do Congresso “Cerveja é Gastronomia”, realizado nessa quinta-feira (30), em São Paulo, na Universidade Anhembi Morumbi.

O acordo prevê a parceria e cooperação entre as entidades em prol dos principais temas de interesse da indústria da cerveja, como o aprimoramento da qualidade na fabricação, a educação e cultura cervejeira, a livre concorrência, a sustentabilidade e o consumo responsável no país.

“A aproximação com Abracerva é um primeiro passo para construção de uma agenda iniciada no Congresso. Podemos trabalhar juntos em muitas questões, da realização de eventos como esse até pautas voltadas a legislação e tributos”, afirma o presidente do Sindicerv, Mauro Homem.

Para o presidente da Abracerva, Giba Tarantino, o primeiro fruto dessa parceria já foi colhido. "Como primeira realização conjunta das entidades, o evento já atendeu aos principais pilares de cooperação, mostrando o quanto essa aproximação pode ser positiva para o setor", enfatizou Tarantino.

Congresso Cerveja é Gastronomia

O evento trouxe para a pauta diversos assuntos de relevância tanto para o consumidor, como aspectos históricos, cultura, o papel do álcool e o consumo responsável, como para o público do setor, como boas práticas de produção e iniciativas sustentáveis na indústria da cerveja.

O evento reuniu importantes nomes dos setores cervejeiro, gastronômico, turismo, dentre outros e promoveu ricas discussões visando desenvolver e posicionar a cerveja no universo da gastronomia brasileira.

O papel do álcool no processo civilizatório e consumo responsável também foi pauta do Congresso. O painel mediado pelo superintendente do Sindicerv, Luiz Nicolaewsky teve a participação do diretor de Relações Institucionais da Ambev, Rodrigo Moccia, do médico e Doping Control da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Fernando Solera e do docente da Anhembi Morumbi, Iberê Moreno. Aspectos históricos sobre a origem da cerveja, sua influência na sociedade, economia e na saúde dos brasileiros foram amplamente discutidos pelos especialistas.

O consumo responsável foi o ponto alto do painel. “É uma das principais bandeiras do setor. Trabalhamos pelo engajamento dos brasileiros em relação ao consumo inteligente e moderado de bebidas alcoólicas. O setor tem promovido inúmeras ações para que a cerveja seja reconhecida como a bebida da moderação”, enfatizou o superintendente.

As últimas políticas públicas adotadas para o enfrentamento do problema também foram apresentadas. “A OMS acaba de aprovar em Assembleia Geral a atualização da Estratégia Global para Redução do Consumo Nocivo de Álcool. O Brasil tem avançado muito nas principais iniciativas a favor do consumo responsável e moderado de bebida alcóolica”, ressaltou Moccia. O médico responsável pelo controle de Doping CBF, Fernando Solera endossou sobre os benefícios da moderação para a Saúde. “Há evidências científicas de que o beber de forma equilibrada pode trazer benefícios para a saúde”, disse.

O Congresso trouxe ainda atualizações sobre boas práticas na produção de cerveja. O gerente de Relações Governamentais do Sindicerv, Luís Guaraná mediou painel sobre segurança nos processos, com Juçara André, Coordenadora geral de Vinhos e Bebidas do MAPA - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Renata Walter, Coordenadora de Assuntos Científicos e Políticas Públicas do Grupo Heineken e Alexandre Esber, da Academia da Cerveja, da Ambev.

O painel apresentou as principais atuações do MAPA no registro, certificação e fiscalização, mudanças dos procedimentos, aspectos regulatórios e legislação nos últimos anos.

As iniciativas sustentáveis na indústria da cerveja estiveram em evidência em painel que contou com a presença da presidente da CETESB -- Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, Patricia Iglesias, presidente executivo da Abividro - Associação Brasileira das Indústrias de Vidro, Cátilo Cândido, presidente executivo da Abralatas - Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio, Patrícia Mistura, Coordenadora de Sustentabilidade do Grupo Heineken e Caio Miranda, diretor de Sustentabilidade da Ambev.

O debate mediado pelo gerente jurídico do Sinicerv, Fábio Ferreira, abordou as principais iniciativas adotadas para estimular a economia circular em toda a cadeia produtiva, a preservação dos recursos naturais, a transição para energia renovável, entre outros temas de interesse do setor.

Diversos nomes que estão na cena gastronômica da atualidade também participaram em diferentes momentos do congresso, com destaque para “As brasilidades do gosto no século XXI”, em que participaram Elaine de Azevedo do podcast Panela de Impressão, Larissa Januário apresentadora do Sabor & Arte e a jornalista gastronômica Luiza Fecarotta, com mediação da sommelier de cerveja, Bia Amorim.

Novos universos do mercado de cervejas, vinhos e fermentados selvagens foram levantados por Jayro P. Neto, da Abracerva, Lis Cereja, da Enoteca Saint Vin, Feira Naturebas e Diego Simão Rzatki, da Cervejaria Cozalinda. O Congresso também levantou questões de Cultura e Diversidade, com Beatriz Ruiz, do Grupo Heineken e Leandro Sequelle, da Graja Beer e da cerveja como alimento ao longo da história, com Luís Celso Jr - Instituto da Cerveja Brasil.

Além da programação de painéis, o evento promoveu duas aulas shows na cozinha da universidade, com Carol Veras do Brewstone Pub de Fortaleza (CE) sobre o tema da gastronomia no mercado cervejeiro e com o chef Onildo Rocha com a temática “A construção de sabores brasileiros”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.