Indústria de fertilizantes amplia atuação e contorna crise

Agronegócio

Indústria de fertilizantes amplia atuação e contorna crise

Utilfertil, de Itapetininga, comemora 25 anos e quer aumentar a participação no mercado
Por: -Ana Paula Ferrari
38 acessos

O setor de fertilizantes deve fechar 2006 com uma retração de 4,5% em relação ao ano anterior, segundo previsão do IEA (Instituto de Economia Agrícola). Apesar da crise, a empresa Utilfertil, fabricante de defensivos agrícolas, com sede em Itapetininga (SP), espera comemorar os 25 anos no mercado com a expansão na carteira de clientes.

A aposta da empresa para escapar da crise da agricultura brasileira, especialmente na produção de grãos, é não depender de poucos clientes. “Atendemos diversos nichos de mercado, como o de reflorestamento e o de cana-de-açúcar, que consomem fertilizantes durante todo o ano”, relata Cristiane Salgado, diretora de marketing da Utilfertil.

Das 170 produtoras registradas no Brasil, a Utilfertil ocupa o 17º lugar no ranking nacional, correspondendo a 1% do mercado brasileiro. Na região, a indústria responde por cerca de 30% do abastecimento.

Para 2007, a empresa vai melhorar a estrutura de vendas no Paraná e no noroeste de São Paulo. “O objetivo é intensificar a atuação nesses Estados com a instalação de mais pontos e equipes de vendas”, explica o sócio-diretor José Maria Souza.

O reforço da marca nos dois Estados visa atingir localidades logisticamente viáveis. “O frete de fertilizantes é caro e pode influenciar negativamente o preço.”

Variação do dólar prejudica

O Brasil não possui auto-suficiência nas matérias-primas que envolvem a fabricação dos fertilizantes, por isso as empresas dependem da importação de países como Rússia, Noruega, Canadá e Alemanha e da conseqüente variação do dólar.

O sócio-diretor da Utilfertil, José Maria Souza, a flutuação do câmbio quebrou muitas empresas no país. “Para manter o funcionamento adequado durante todo o ano, programamos a produção para não comprar matéria-prima à toa.”

Segundo ele, o planejamento é fundamental para produzir mais de quatro mil combinações do produto e abastecer dentro dos rígidos prazos de entrega.

Tecnologia como referência

A fábrica da Utilfertil em Itapetininga tem capacidade de produção de 180 toneladas por hora e de 200 mil toneladas por ano. Apesar de uma estrutura de médio porte, a empresa é considerada uma das três mais modernas do Brasil pela implantação do sistema automatizado e eletrônico de produção.

Atualmente, a indústria fornece fertilizantes para São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

A estratégia da empresa para expansão no mercado é lançar uma campanha institucional para reforçar a estabilidade comercial junto a clientes e fornecedores. A diretora Cristiane Salgado, disse que 1% do faturamento será usado na campanha.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink