Indústria em Garibaldi deve aderir à greve

Agronegócio

Indústria em Garibaldi deve aderir à greve

A expectativa é que mais mil funcionários cruzem os braços no aguardo da negociação de reajuste salarial
Por:
200 acessos

O presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação, Cairo Reinhardt, informou que a greve dos trabalhadores do setor avícola deve parar, hoje, planta da Frinal, em Garibaldi. A expectativa é que mais mil funcionários cruzem os braços no aguardo da negociação de reajuste salarial.

Ontem, conforme Reinhardt, cinco mil funcionários da Perdigão e da Minuano, em Lajeado, mantiveram a paralisação.

Na Capital, líderes da federação e da Asgav reuniram-se para tentar chegar a um acordo. As indústrias ofereceram reajuste imediato de 5,83%, mais 0,5% em novembro, 1% a mais do que a proposta anterior. A oferta não foi aceita. "Há disposição para chegar a acordo. O setor está fazendo o possível para atender aos trabalhadores em um momento difícil", ponderou o secretário executivo da Asgav, José Eduardo dos Santos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink