Indústrias de arroz se reúnem com importadores de seis países na APAS Show

Arroz

Indústrias de arroz se reúnem com importadores de seis países na APAS Show

Rodada de negócios em SP faz parte da estratégia do projeto Brazilian Rice de ampliar mercados para o cereal brasileiro
Por:
158 acessos

Rodada de negócios em SP faz parte da estratégia do projeto Brazilian Rice, parceria da ABIARROZ e Apex-Brasil, de ampliar mercados para o cereal brasileiro. Importadores de arroz do Panamá, México, Colômbia, Canadá, Peru e Estados Unidos vão participar de uma rodada de negócios com 15 indústrias brasileiras beneficiadoras do cereal, por meio do projeto Brazilian Rice, na próxima terça-feira  (7), durante a 35ª APAS Show – maior feira de alimentos, bebidas, higiene, limpeza, equipamentos e tecnologia para supermercados do mundo –, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A rodada de negócios com sete importadores (dois do Panamá, um do México, um da Colômbia, um do Canadá, um do Peru e um dos EUA) reforça o crescente interesse do mercado internacional pelo arroz brasileiro, destaca Gustavo Ludwig, gerente do Brazilian Rice, uma iniciativa da ABIARROZ (Associação Brasileira da Indústria do Arroz) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). "Este evento é de fundamental importância para o setor de arroz, pois aproxima de forma ágil importadores de diferentes mercados dos exportadores brasileiros", diz Gustavo Ludwig.

A participação do projeto Brazilian Rice faz parte da estratégia da indústria de beneficiamento do cereal de ampliar a presença do cereal brasileiro no mercado global.

Sobre o Brazilian Rice: O projeto tem como objetivo aumentar e consolidar as exportações brasileiras de arroz beneficiado, tornando o Brasil um player reconhecido no comércio internacional pela sua qualidade e capacidade produtiva. É realizado pela Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), contando com uma série de ações com foco comercial e de aprimoramento da imagem do produto brasileiro em mercados estratégicos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink