Indústrias norte-americanas esmagaram menos cacau


Agronegócio

Indústrias norte-americanas esmagaram menos cacau

Por:
1 acessos

As empresas do setor de doces dos Estados Unidos utilizaram 7,9% menos cacau no quarto trimestre, em comparação com o mesmo período do ano anterior, já que os preços da matéria-prima alcançaram a maior alta em 17 anos, segundo relatório da Coffee, Sugar and Cocoa Exchange (CSCE).

As processadoras moeram 99,723 mil toneladas de cacau durante o trimestre, abaixo das 108,298 mil toneladas do ano passado, informou a CSCE, de Nova York. O processamento caiu 13% durante os três meses anteriores. As expectativas entre os traders variam de nenhuma mudança, para queda de 5%, diz Luis Rangel, corretor de cacau na Fimat USA.

Os preços em Nova York foram 66% mais elevados que os do ano passado, e alcançaram a maior alta no período de 17 anos, no dia 11 de outubro, devido às especulações que a luta na Costa do Marfim possa interromper as exportações do maior produtor mundial de cacau.

Entre as empresas que forneceram cifras para o relatório, estão a Hershey Foods e Mars, as maiores fabricantes de doce dos EUA. O relatório foi compilado pela Chocolate Manufacturers Association.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink