Indústrias tentam pagar menos, mas oferta curta mantém mercado firme
CI
Agronegócio

Indústrias tentam pagar menos, mas oferta curta mantém mercado firme

Semana começou com as indústrias testando o mercado do boi gordo
Por:

A semana começou com as indústrias testando o mercado do boi gordo

Porém, o espaço para especulações não é grande. As menores ofertas em São Paulo são de R$2,00/@ abaixo da referência e não ocorrem com frequência. As boiadas dos estados vizinhos completam as programações das indústrias que pagam menos.

Alguns frigoríficos já possuem em suas escalas animais contratados a termo. Em Mato Grosso, mesmo nas praças onde houve altas, há negócios acima da referência. No sudeste do estado existem boiadas compradas por R$114,00/@, à vista.

No Rio Grande do Sul, em Pelotas, há indústrias ofertando R$4,45/kg, a prazo, embroa a referência esteja em R$4,40/kg. Ou seja, a oferta está restrita em todo país.

Mesmo com o escoamento de carne difícil, os frigoríficos não encontram espaço para pagar menos pela matéria prima.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink