Inflação de Porto Alegre medida pelo IPC-S recua no encerramento de outubro
CI
Imagem: Marcel Oliveira
CONJUNTURA

Inflação de Porto Alegre medida pelo IPC-S recua no encerramento de outubro

Morango (-7,21% para -11,77%) foi uma das principais influências desta apuração
Por:

Na esteira das demais capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de Porto Alegre recuou na quarta semana de outubro na comparação com a terceira semana, passando de uma taxa de 0,65% para 0,64%. Apesar da abrir o mês passado com alta pelo indicador da FGV, o resultado divulgado nesta quarta-feira (4) representou a terceira queda consecutiva da apuração.

Três das oito classes de despesa que fazem parte do IPC-S mostraram desaceleração, com destaque para Educação, Leitura e Recreação (2,81% para 1,80%) e Despesas Diversas (0,03% para -0,18%). Como principais influências individuais para baixo, se destacam leite tipo longa vida (-0,56% para -3,05%) e morango (-7,21% para -11,77%).

Todas as outras seis capitais registram queda no IPC-S: Salvador (0,54% para 0,44%), Brasília (0,83% para 0,66%), Belo Horizonte (1,16% para 0,94%), Recife (0,80% para 0,70%), Rio de Janeiro (0,71% para 0,50%) e São Paulo (0,85% para 0,68%).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink