Influenza aviária volta a preocupar

AVICULTURA

Influenza aviária volta a preocupar

Pelo menos uma dezena e meia de países fez relatos a respeito
Por:
1326 acessos

A peste suína africana permanece como preocupação principal. Mas rápida análise das Informações Sanitárias publicadas semanalmente pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) sugere que a Influenza Aviária volta a preocupar o mundo avícola, dado que o número de casos comunicados à entidade vem sendo bem maior que o registrado em 2019, entre janeiro e os primeiros dias de fevereiro.

Nos seis primeiros boletins semanais da OIE os comunicados relatando casos de Influenza Aviária de baixa, média ou alta patogenicidade já estão próximos de meia centena. E pelo menos uma dezena e meia de países fez relatos a respeito à entidade mundial de saúde animal.

No leste asiático, China, Taiwan e Vietnã ; na Ásia Meridional, Índia; no Oriente Médio, Arábia Saudita e Israel; no continente africano, África do Sul e Nigéria; na Europa, Dinamarca, Eslováquia, Hungria, Polônia, Reino Unido, República Checa e Ucrânia.

Como se constata, excetuada a África do Sul (onde os problemas de Influenza Aviária estão relacionados a avestruzes), todos os demais países com relato de casos se situam no Hemisfério Norte. Que, no momento, passa por um inverno rigoroso no qual há grande e rápida disseminação de doenças respiratórias.

Daí o atual surto de Coronavírus. Daí também a China anunciar que seus problemas com o vírus só começam a ser superados depois de março. Enfim, é esperar o inverno setentrional dar lugar ao outono.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink