Infocafé de 03/12/20
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 03/12/20

O dólar fechou em forte queda de 1,93%
Por:

N.Y. finalizou a quinta-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -0,50 pontos e máxima de +1,90 fechando com +0,95 pts.

O dólar fechou em forte queda de 1,93%, cotado a R$ 5,1401. No exterior, a atividade empresarial da zona do euro contraiu com força em novembro depois que governos em todo o bloco retomaram as medidas de lockdown para tentar conter uma segunda onda de infecções por coronavírus. O PMI Composto da IHS Markit despencou a 45,3 em novembro de 50,0 em outubro -- a marca de 50 separa crescimento de contração. A economia do bloco vai contrair de novo neste trimestre, de acordo com pesquisa da Reuters, mas com esperanças de uma vacina e de suporte adicional do Banco Central Europeu, as estimativas de crescimento trimestral para o próximo ano foram melhoradas.

Os melhores cafés especiais capixabas foram eleitos pelo Prêmio Cafés Especiais do Espírito Santo, nesta quarta-feira (02). A solenidade aconteceu no Centro Cultural e Turístico de Venda Nova do Imigrante, com transmissão pelo canal do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), no YouTube. Com público restrito e cumprimento dos protocolos de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19), a premiação teve a participação do governador do Estado, Renato Casagrande. A premiação de R$ 110 mil foi destinada aos 1º, 2º e 3º lugares das categorias Conilon e Arábica. A premiação também contemplou o quesito sustentabilidade na produção de cafés especiais com o total de R$ 20 mil divididos entre cafeicultores que conquistaram os 1º, 2º e 3º lugares em ambas categorias. Na categoria Conilon, os vencedores foram respectivamente Luiz Claudio de Souza, de Muqui, com nota 86.4; Aurio Barbosa Quadra, de Alegre, com nota 84.83; e Antônio Cesar Landi, de Jerônimo Monteiro, com nota 83.5.

Os campeões da categoria Arábia foram respetivamente Wiliam Dalvi Sartori, de Castelo, com nota 87.96; José Antônio Debona Romão, de Castelo, com nota 87.86; Valdeir Mauro se Paula, de Brejetuba, com nota 87.84. Os cafeicultores que apresentaram práticas sustentáveis na produção de cafés especiais também foram premiados em 1º, 2º e 3º lugares na categoria Sustentabilidade. Venceram respectivamente na categoria Conilon os cafeicultores Luiz Claudio de Souza, de Muqui; Aurio Barbosa Quadra, de Alegre; e Leandro Barbosa Quadro, também de Alegre. Os vencedores em sustentabilidade de Arábica foram Elzio Sartori, de Castelo; José Alexandre de Abreu Lacerda, de Dores do Rio Preto; e Estevão Denizar de Abreu, de Marechal Floriano. O Prêmio Cafés Especiais do Espírito Santo é o primeiro concurso promovido pelo Governo do Estado que contempla as categorias de cafés arábica e conilon, além do reconhecimento pelas práticas sustentáveis na produção. A iniciativa tem como objetivo reconhecer e premiar os melhores cafés especiais no Espírito Santo e incentivar a produção de cafés de qualidade. Para matéria completa acessem: https://cutt.ly/MhvQUtP .


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink