Infocafé de 21/01/21
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 21/01/21

O dólar voltou a subir
Por:

N.Y. finalizou a quinta-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -0,45 pontos e máxima de +2,10 fechando com +1,50 pts.

O dólar voltou a subir, fechando em alta de 0,95%, cotado a R$ 5,3631. No exterior, republicanos do Congresso dos EUA indicaram que estão dispostos a trabalhar com o novo presidente Joe Biden na prioridade de seu governo, um plano de estímulo fiscal de US$ 1,9 trilhão, mas alguns se opõe ao valor. Dados ainda fracos do mercado de trabalho nos EUA contribuíam também para maior expectativa de mais alívio à pandemia e distribuição rápida de vacinas sob o governo Biden para sustentar a economia. Os pedidos iniciais de seguro desemprego caíram abaixo do esperado nos Estados Unidos. Foram 900 mil pedidos feitos na semana encerrada em 16 de janeiro, 36 mil a menos que o nível revisado de 926 mil registrados na semana anterior.

A exportação brasileira de café solúvel registrou recorde de 94.494 toneladas (equivalente a 4,097 milhões de sacas de 60 kg) em 2020, aumento de 2,4% em comparação com 2019 (92.313 t, ou 4,001 milhões de sacas), ano do recorde anterior. Os dados fazem parte de levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics). Conforme boletim da Abics, o resultado consolida o Brasil na liderança do mercado mundial, graças à competitividade do produto nacional. Apesar disso, a receita cambial com café solúvel registrou queda de 8,1% no ano passado, para US$ 536,859 milhões, em comparação com o ano anterior (US$ 584,206 milhões).

Segundo a Abics, a queda do preço do produto no mercado internacional que, em dólar, alcançou o menor nível em 13 anos, prejudicou o desempenho do setor. Além disso, o valor do café conilon (robusta) exportado pelo Brasil caiu ao nível mais baixo em 15 anos. Do total de café solúvel exportado pelo Brasil em 2020, 74% foi na forma de spray dried, 18,9% em freeze dried e 7,1% em extratos e outros.

O café solúvel brasileiro foi exportado para 102 países no ano passado, com o ranking sendo encabeçado pelos Estados Unidos. Na sequência, vieram Rússia, Argentina, Indonésia e Japão, respectivamente. Em 2020, o volume de café solúvel consumido no Brasil foi de 21.762 toneladas, o equivalente a 943.020 sacas de 60 kg, volume que representa crescimento de 4,2% em relação ao ano anterior. Desde que a Abics modernizou seu sistema estatístico, em 2015, o ano passado foi o que registrou o melhor desempenho no consumo interno.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink