Infocafé de 23/12/21
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 23/12/21

N.Y. finalizou a quinta-feira com baixa
Por:

N.Y. finalizou a quinta-feira com baixa, a posição março oscilou entre a máxima de +1,80 pontos e mínima de -4,50 fechando com -2,35 pts.

A moeda norte-americana recuou 0,08%, cotada a R$ 5,6618. No início da tarde, com o dólar próximo da máxima do dia, o Banco Central anunciou o primeiro leilão de venda de dólar à vista do dia. A segunda operação ocorreu perto de 14h. Nos dois leilões, o BC colocou um total de US$ 965 milhões. A autoridade monetária, assim, retomou operações extraordinárias no mercado à vista, depois de realizá-las pela última vez na terça-feira. O Banco Central tem recorrido a esse instrumento em dezembro, período típico de redução de liquidez devido ao menor fluxo de negociações e também às remessas de lucros e dividendos.

O mercado analisou ainda os dados da prévia da inflação ao consumidor do Brasil (medida pelo IPCA-15), que em dezembro desacelerou a alta, mas ainda com composição que indicou contínua pressão sobre os preços, complicando a tarefa do BC na política monetária. No ano, o IPCA-15 disparou 10,42%. Fonte: G1.

Os futuros do café encerraram a sessão desta quinta-feira (23) com queda expressiva na Bolsa de Nova York, mas alta moderada em Londres. O dia no terminal norte-americano foi marcado por realização de lucros, além de atenção ao financeiro. Na véspera, o café subiu pela segunda sessão seguida nas bolsas externas em ajuste de posições e com o financeiro. Nesta quinta, porém, o mercado sentiu pressão de um movimento natural de realização de lucros. Além disso, houve atenção para as oscilações do câmbio. Próximo da finalização dos trabalhos do café nos terminais externos, o dólar tinha leve alta sobre o real, o que encoraja as exportações, mas pesa sobre os preços externos das commodities baseadas na moeda estrangeira. Já o petróleo subia mais de 1% no cenário internacional. Segundo a agência de notícias Reuters, investidores também se posicionavam antes das festas de final de ano no mercado. Nos fundamentos, o mercado ainda olhava, positivamente, as informações sobre a safra brasileira de café e, negativamente, a colheita de robusta no Vietnã. "A colheita no Vietnã continua a progredir bem e agora está mais de 60% concluída", destacou a Reuters. "Condições climáticas prejudiciais para as áreas de arábica do Brasil e os problemas logísticos e de produção no Brasil e no Vietnã ainda persistem", destacou Jack Scoville, analista da Price Futures Group. Com a queda para o café no exterior, as praças do Brasil tiveram preços estáveis a mais baixos. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.