InpEV apresenta novo layout da homepage

Agronegócio

InpEV apresenta novo layout da homepage

A homepage está de visual novo desde o início de dezembro
Por: -Redação
6 acessos

A homepage do inpEV (www.inpev.org.br) está de visual novo desde o início de dezembro. A reestruturação atribui ainda mais dinamismo e modernidade à navegação com o objetivo de fortalecer cada vez mais o papel dessa ferramenta como portal de relacionamento com os diversos públicos parceiros do instituto.

Agora ficou ainda mais fácil buscar e acessar as principais informações sobre o sistema de destinação final de embalagens vazias de defensivos agrícolas na nova homepage do inpEV. É possível consultar diversos conteúdos de forma rápida e prática. Confira os temas em destaque:

- Área exclusiva – para associados e centrais;

- Unidades de recebimento;

- Estatísticas;

- Campanha educativa;

- Relatório anual de atividades

- Curso virtual;

- Tríplice lavagem.

Alta de 12,7% na retirada de embalagens vazias:

Até o mês de novembro foram retiradas das unidades de recebimento de embalagens de defensivos agrícolas de todo Brasil 18.262 toneladas de embalagens vazias, um volume 12,7% superior ao recolhido no mesmo período do ano passado (16.198 toneladas). A integração de agricultores, sistema de comercialização (distribuidores e cooperativas), fabricantes (representados pelo inpEV) e o poder público é o segredo do sucesso do programa.

Com 4.275,9 toneladas retiradas do meio ambiente, o que representa um crescimento de 23,5% de crescimento em relação ao ano de 2005, o Estado do Mato Grosso está na liderança do processo, seguido pelo Paraná, com 3.530 toneladas retiradas, que representa o mesmo volume de 2005. Os Estados do Espírito Santo, Piauí, Rondônia e Tocantins apresentaram os crescimentos mais expressivos do ano, sendo, 156,3%, 213,1%, 171,4% e 182,2% respectivamente.

Entre janeiro e novembro os demais Estados que apresentaram crescimento foram:

- Alagoas = 28,2% de crescimento - de 39,8 para 51,1 toneladas;

- Bahia = 37,6% de crescimento - de 843,5 para 1.160,5 toneladas;

- Ceará = 84,9% de crescimento - de 24,6 para 45,4 toneladas;

- Maranhão = 7,5% de crescimento - de 196,6 para 211,4 toneladas;

- Mato Grosso do Sul = 14,3% de crescimento - de 872,8 para 997,7 toneladas

- Minas Gerais = 19,2% de crescimento - de 1.331,4 para 1.587,5 toneladas;

- Pernambuco = 15,9% de crescimento, passou de 132,5 para 153,5 toneladas;

- Rio Grande do Sul = 29,9% de crescimento, passou de 1.350,2 para 1.754,1 toneladas;

- Santa Catarina = 23,6% de crescimento, passou de 361 para 446,1 toneladas;

- São Paulo = 13,3% de crescimento, passou de 2.405,3 para 2.725 toneladas.

Em quase cinco anos de operação o sistema de destinação final de embalagens vazias se aproxima da maturidade e se consolida como referência mundial no assunto. As informações são da assessoria de imprensa do inpEV.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink