Instabilidades na região Norte e altas temperaturas no Sul do Brasil
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGROTEMPO

Instabilidades na região Norte e altas temperaturas no Sul do Brasil

A terça-feira (11/01) será marcada pela presença do corredor de umidade na faixa central do Brasil
Por: -Aline Merladete

A terça-feira (11/01) será marcada pela presença do corredor de umidade na faixa central do país, elevando os volumes de chuvas já registrados nos pontos mais atingidos da região sudeste. Além disso, este corredor de umidade ajuda a organizar as instabilidades sobre a metade norte da região centro-oeste, elevando também os volumes de chuvas que poderão ocorrer na região. O outro destaque fica para o avanço do Domo de Calor que atua no sul do continente, as temperaturas seguirão em gradativa elevação na metade sul da região sudeste  e no extremo sul do território nacional, que inclusive entra em estado de atenção devido às altas temperaturas e os baixos índices de umidade do ar. 

Nos próximos dias, os dois sistemas mais relevantes que atuarão sobre o país continuarão sendo o Domo de Calor e o corredor de instabilidades sobre a parcela central do país. As projeções indicam que o ápice desta onda de calor ocorrerá entre quinta (13) e sexta-feira (14/01). Com potencial para o registro de dias consecutivos de temperaturas próximas ou acima dos 40°C em algumas cidades do RS e índices de umidade relativa do ar em níveis críticos. Já na faixa central do país, a preocupação seguirá com o excesso de chuvas, dificultando os trabalhos de campo neste início de colheita, sobretudo na região centro-oeste e Matopiba, além do elevado risco associados ao excesso de chuvas em MG.

Confira a plataforma completa de mapas aqui.
Saiba  a previsão para a sua cidade aqui.

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte
As instabilidades ganham espaço na metade sul da região, ficando melhor distribuídas e com volumes consistentes. No entanto, na grande região do Baixo Amazonas, RR e norte do AM, as condições para chuvas continuam restritas. Apesar disso, há a possibilidade do registro de pancadas isoladas, mal distribuídas e passageiras na região.

Região Nordeste
As chuvas persistem sobre a metade oeste e norte da região, contudo os volumes previstos são baixos na maioria das localidades. Existem alguns fatores que estão contribuindo para essas chuvas na região, como a presença de um VCAN, o corredor de umidade no sudeste e a aproximação da Zona de Convergência Intertropical pelo norte do continente. Entretanto, os volumes de chuva previstos para esta terça, são menores do que os registrados nos últimos dias, ficando entre 10 e 25 mm nas áreas mais chuvosas. Os pontos que poderão receber essas chuvas ficam ao norte do MA, PI, oeste e norte da BA, CE e na parcela interior dos estados do nordeste do nordeste. 

Região Centro-Oeste
As instabilidades aumentam sobre a metade norte da região, em especial sobre o centro do MT e oeste do GO. A presença do corredor de umidade sobre a região sudeste, contribui para o alinhamento das instabilidades sobre essas áreas, existe também um pequeno potencial para queda de granizo isolado em algumas áreas. Já no MS, as condições do tempo indicam o predomínio do sol e tempo firme especialmente no centro, oeste e sul do estado. Assim como no Paraguai e alguns pontos da região sul, o domo de calor influência o tempo sobre o oeste e sul do MS. As temperaturas poderão se aproximar da casa dos 40°C na grande região de Dourados, além dos índices de umidade relativa do ar ficarem abaixo dos 30% nos horários mais críticos. 

Região Sudeste
O corredor de umidade continuará atuando sobre a parcela central do sudeste, aumentando ainda mais os volumes de chuvas registrados sobre o estado mineiro. As instabilidades poderão avançar de forma isolada e pontual sobre todas as áreas do estado de SP, uma dos fatores que contribuem para isso é a presença de uma área de baixa pressão na costa da região sul. As projeções indicam volumes entre 30 e 40 mm nas áreas mais chuvosas em MG e essas chuvas poderão ocorrer de forma intensa em curtos períodos de tempo. Ao passo que sobre o norte do estado e norte do ES as condições para chuvas são menores. Também chove sobre o RJ, além do tempo ficar encoberto na maior parte do dia. 

Região Sul
O domo de calor que atua sobre o sul do continente, atinge o território nacional. Com isso as temperaturas estarão em gradativa elevação na metade sul do RS, em algumas áreas como na grande região de Uruguaiana os termômetros poderão se aproximar dos 40°C e os índices de umidade relativa do ar abaixo dos 20%. Esta situação de calor extremo irá agravar ainda mais a condição de estiagem na região, além de causar desconforto térmico nos animais. Em contraste com o tempo quente e seco, uma área de baixa pressão continua atuando na costa de SC e do PR, promovendo condições para pancadas de chuva rápidas e isoladas (temporais de verão), sobre o leste desses dois estados. A onda de calor extremo, não atinge a região, porém as temperaturas estarão elevadas no oeste do PR, mas dentro do esperado para a época do ano. 

Veja os mapas destaques para hoje:

Chuva

Temperatura Máxima

Umidade Mínima


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.