Institutos de pesquisa da Secretaria apresentam sua expertise e buscam parcerias com iniciativa privada

Agronegócio

Institutos de pesquisa da Secretaria apresentam sua expertise e buscam parcerias com iniciativa privada

O objetivo foi apresentar os trabalhos desenvolvidos pelos institutos e abrir as portas para parcerias com a iniciativa privada
Por:
470 acessos

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, reuniu-se com pesquisadores dos seis institutos de pesquisa da Pasta, que integram a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), e representantes da iniciativa privada durante o workshop “Oportunidades de Novos Negócios para a Cadeia de Proteína Animal”, realizado na quarta-feira, 19 de outubro, na sede da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), em São Paulo. O objetivo foi apresentar os trabalhos desenvolvidos pelos institutos e abrir as portas para parcerias com a iniciativa privada.

Destacando o acervo intelectual concentrado pelos institutos, que classificou como “verdadeira riqueza”, Arnaldo Jardim afirmou que “partindo do novo marco regulatório criado pela presidente Dilma, em dezembro de 2015, o Governo de São Paulo elaborou uma legislação que está servindo como referência a outros Estados, pois preserva as instituições, ao mesmo tempo que reconhece o protagonismo dos pesquisadores e impulsiona as empresas, permitindo que elas tenham um uso-fruto inicial daquilo que é desenvolvido”, afirmou.

Percebendo o momento como promissor para a realização de parcerias com o setor privado, a Apta solicitou que fosse realizada uma apresentação sucinta das pesquisas relacionadas à cadeia de proteína animal. Os diretores titulares dos institutos Agronômico (IAC), Sérgio Carbonell; Biológico (IB), Antônio Batista Filho; de Economia Agrícola (IEA), Celso Luís Rodrigues Vegro; e de Zootecnia (IZ), Renata Helena Branco Arnandes; e substitutos de Pesca (IP), Júlio Lombardi; e de Tecnologia de Alimentos (Ital), Leila Maria Spadotti, expuseram as linhas de pesquisa e de serviços de suas instituições. Na sequência, Álvaro Duarte de Oliveira, pesquisador científico do Ital, apresentou uma palestra sobre o Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) e resoluções estaduais que permitem melhor interação entre as instituições públicas e privadas.

“A realização desse evento é um marco, pois demonstra que os avanços que estamos buscando para as questões da inovação, da propriedade intelectual e dos centros de pesquisa estão se concretizando com a formação de um grupo multidisciplinar. Um grupo encabeçado pela Secretaria de Agricultura, por meio de seus institutos de pesquisa – excelência e referência nacional e mundial - com interação com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e entidades do setor privado e a sociedade para se estabelecer uma parceria e desonerar o Estado de despesas que não lhe são mais essenciais, sem afastar o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação e sua aplicabilidade perante a iniciativa privada”, afirmou Omar Cassim Neto, chefe de Gabinete da Pasta, um dos idealizadores da proposta.

Outro aspecto importante destacado pelo secretário Arnaldo Jardim e corroborado por seu chefe de Gabinete é que a exposição realizada pelos institutos permitiu que os representantes do setor compreendessem a extensão dos projetos e pesquisas que podem ser elaborados, uma vez que o setor, por ser extremamente dinâmico, encontra barreiras que nunca foram encontradas e merecem estudos complementares por instituições competentes.

Também compareceram ao evento Orlando Melo de Castro, coordenador da Apta; Luiz Carlos Santos, presidente da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), e Renato Ferraz de Arruda Veiga, diretor da Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink