INTA elenca práticas para otimizar a colheita de cereais

DICAS

INTA elenca práticas para otimizar a colheita de cereais

A primeira sugestão é medir a quantidade de trigo deixada no restolho durante a colheita. 
Por: -Leonardo Gottems
42 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Pesquisadores do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária da Argentina (INTA) elencaram uma série de práticas que buscam otimizar a olheira de trigo e cevada. De acordo com Rubén Roskopf, especialista do INTA, a primeira sugestão é medir a quantidade de trigo deixada no restolho durante a colheita. 

Neste sentido, ressaltou a necessidade de pré-selecionar o início dos equipamentos de trabalho “Combine e cabeça, bem como a formação do condutor e regulação da máquina para alcançar as perdas menos possível e garantir a qualidade do grão colhido. É a ferramenta mais eficaz para tomar decisões a tempo, regular o maquinário e tornar a campanha muito mais lucrativa; a tolerância das perdas é de até 80 quilos por hectare”, comenta. 

Roskopf também aconselhou reduzir a velocidade de avanço da máquina, principalmente porque a capacidade de debulha e separação da colheitadeira pode ser superada em campos com altas representações de trigo ou cevada. "É desejável não exceder 6,5 km / h para a plataforma fazer um corte de rede das hastes", explica. 

Ele também salientou que é necessário levar em conta a porcentagem de umidade com a qual o cereal é armazenado; quanto maior a umidade, menor o tempo de armazenamento disponível. Este período será prolongado se os grãos estiverem secos e limpos e o saco permanecer intacto. 

"Em um trigo armazenado a 16% de humidade, há uma rápida perda de qualidade panificadora, enquanto na cevada, a germinação pode diminuir rapidamente com humidade superior a 13%, mesmo se o lote é armazenado com feijão verde que foram o produto do piso do aplicador terrestre em tratamentos fúngicos ", disse Roskopf.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink