Integrado quer assumir a Chapecó Alimentos


Agronegócio

Integrado quer assumir a Chapecó Alimentos

Por:
3 acessos

Os 1,7 mil integrados da Chapecó Alimentos nos três estados do Sul querem formar uma cooperativa para assumir a empresa.

Esta foi uma das propostas apresentadas em uma reunião com prefeitos da região, produtores e representantes sindicais, ontem, na prefeitura de Chapecó.

O vice-presidente do Sindicato dos Criadores de Aves de SC (Sincravesc), Mauro Zandavalli, disse que a sugestão foi encaminhada ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele afirmou que os produtores podem arrendar as unidades industriais até a formação da cooperativa, para normalizar pagamentos e entrega de ração.

A questão das dívidas da empresa seria negociada mais tarde. O Sincravesc encaminhou um documento à direção da Chapecó solicitando uma reunião até amanhã, exigindo que os diretores se comprometam a normalizar os pagamentos e entregas.

Os avicultores e suinocultores decidiram em assembléia que fecharão as unidades de Chapecó e Xaxim caso não sejam atendidos.

Em outra frente, uma comissão de prefeitos e lideranças vai tentar créditos emergenciais para manter a estrutura da Chapecó. O prefeito de Chapecó e presidente da Associação de Municípios do Oeste (Amosc), Pedro Uczai, disse que na semana passada o BNDES se comprometeu a priorizar a questão da Chapecó. No entanto, o banco não disponibilizou recursos imediatos, que devem ser buscados em outras fontes.

Uczai disse que foram agendadas duas reuniões em São Paulo na quarta-feira, uma com Bradesco e outra com Banco do Brasil. Uczai sugeriu que os bancos podem ajudar na compra de cartas de crédito da Chapecó Alimentos.

Ele destacou que é importante manter a estrutura funcionando enquanto ocorre a negociação junto aos interessados na compra. São 4,6 mil funcionários, 1,7 mil integrados e mais de 30 municípios que serão afetados caso as portas sejam fechadas.

Uczai disse que conversou com o presidente da Chapecó Alimentos, Alex Fontana, e este manifestou apoio à iniciativa dos prefeitos. Uma empresa também formalizou uma proposta de compra ou arrendamento da Chapecó junto ao BNDES.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink