Interconf se consolida como novo fórum de debate da pecuária intensiva nacional
CI
Agronegócio

Interconf se consolida como novo fórum de debate da pecuária intensiva nacional

Conferência Internacional de Confinadores recebeu mais de 1000 participantes entre os dias 16 e 17 de setembro
Por: -Janice

Os mais de 1000 profissionais, entre pecuaristas, empresários, representantes de empresas e entidades de ensino e pesquisa ligados ao setor de pecuária de corte do Brasil e exterior, que lotaram o auditório do espaço de eventos Oliveira’s Place, em Goiânia (GO), deram a 1ª edição da Interconf (Conferência Internacional de Confinadores), a real dimensão que um evento desse nível precisa ter para ganhar credibilidade no cenário internacional.

Entre os dias 16 e 17 de setembro, especialistas dos Estados Unidos, Austrália, África do Sul, Argentina e Brasil se revezaram na tribuna para apresentar ao público um pouco sobre a realidade da criação de gado em confinamento em seus países. Com abordagem bastante precisa sobre as reais necessidades e os desafios que se apresentam para a criação dentro do contexto global os palestrantes apresentaram números de uma realidade que se mostra favorável ao Brasil no futuro, uma vez que o país reúne as condições ideais para desenvolver uma pecuária de corte de alta produtividade, baixo custo operacional e que oferece produto de qualidade diferenciada ao consumidor mundial.

A cerimônia de abertura da InterConf, contou com a participação do governador do estado de Goiás, Alcides Rodrigues e do presidente da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Antenor Nogueira que ressaltaram ambos em seus discursos a dimensão que o confinamento assume na produção mundial de carne, além do sucesso da organização.

Para Ricardo Merola, presidente da Assocon (Associação Nacional dos Confinadores), entidade organizadora do evento, a pecuária de criação intensiva cada vez mais se mostra como um modelo de produção que veio para ficar. “Hoje, o confinamento deixou de ser apenas mais uma atividade dentro da pecuária tradicional para adquirir vida própria. E isso se reflete no atual nível de profissionalização da cadeia e preocupação dos agentes envolvidos com o retorno da porteira para dentro das fazendas de criação”.

Merola disse ainda que dentro dessa linha, a Interconf pode ser considerada um grande sucesso, pois cumpriu com seu papel de servir como espaço de discussões sobre temas relevantes para o setor. “A Assocon nasceu com essa proposta de trabalhar em defesa do confinador de gado brasileiro e servir como fonte de informação sobre os diferentes aspectos que envolvem a produção de carne em confinamento”, finaliza.

Luís Gustavo Barioni, pesquisador da Empraba Cerrados, com sede em Brasília (DF), palestrante no segundo dia do encontro reconhece a importância do confinamento como fator de redução do desmatamento, principalmente, em áreas de preservação próximas ao bioma amazônico. Para ele, a pecuária de produção intensiva tende a ser um caminho natural para aumentar a rentabilidade e evitar as agressões contra os recursos naturais ainda disponíveis.

Para que o público da Interconf pudesse comprovar na prática uma parte do vasto conteúdo exposto nas palestras e mini-cursos da Interconf, o encerramento da Conferência, dia 18, contou com uma visita monitorada à Fazenda Califórnia, propriedade dos irmãos Romão Ribeiro Flor e Sebastião Ribeiro Flor, localizada na cidade de Turvânia (GO), 60 km de Goiânia. “Maior confinamento em capacidade estática de animais do estado de Goiás, e um dos maiores do País, com 28.500 cabeças, o confinamento Fazenda Califórnia é um exemplo ao produtor que pretende iniciar o método de confinamento e produzir carne bovina de qualidade em curto espaço de tempo”, completa Juan Lebrón, diretor operacional da Assocon.

A Conferência Internacional de Confinadores contou com a organização da ProBiz Marketing e teve o patrocínio da empresas Tortuga, Casale, John Deere, Pfizer, Independência S/A, Link Investimentos, Beckauser e Unibanco, além do apoio do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Escola de Superior de Agricultura Luis de Queiroz (Esalq/USP). As informações são da assessoria de imprensa do evento.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.