Interessados recebem qualificação
CI
Agronegócio

Interessados recebem qualificação

Senar-RS vai apresentar curso piloto durante a Expodireto
Por:
Senar-RS vai apresentar curso piloto durante a Expodireto, em março, visando ampliar acesso ao conhecimento sobre a ferramenta que bem empregada garante aumento de produtividade nas lavouras de grãos
 
“O produtor precisa transformar a tecnologia que tem a seu alcance em resultados financeiros dentro da propriedade”. A afirmação foi feita pelo supervisor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Região da Produção, Diego da Silva Coimbra. Com sede na cidade gaúcha de Palmeira das Missões, a regional vem realizando um trabalho importante na divulgação da Agricultura de Precisão. Durante a semana passada, 28 técnicos do Senar, de vários estados do país, estiveram em Não-Me-Toque, buscando conhecimento sobre agricultura de precisão que já está em pleno desenvolvimento na indústria de máquinas e implementos, como por exemplo, a Stara. O grupo, que participou dos treinamentos sobre como atuar com a agricultura de precisão, vai levar o conhecimento para outros estados agrícolas como Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Segundo Coimbra, o Senar do Rio Grande do Sul vem se firmando como uma referência no Brasil no assunto que abrange o tema Agricultura de Precisão.

De acordo com supervisor do Senar, o curso destinado aos agricultores será dividido em módulos, dando oportunidade de decidirem em que área desejam o aperfeiçoamento. “Sabemos que existem produtores que preferem dominar a agricultura de precisão nos tratores, outros nas colheitadeiras, outros nas plantadeiras e também, dos pulverizadores”, explicou os motivos de dividir os cursos por módulos.

A estimativa é que a Agricultura de Precisão seja empregada entre 20% e 30% das lavouras de produção do Rio Grande do Sul. Países, como os Estados Unidos, o sistema já domina as tecnologias utilizadas como ferramenta de produtividade de grãos. “Estamos avançando, pois, não há outra alternativa, a não ser elevar os índices de produtividade dentro das porteiras das propriedades rurais, que não conseguem mais se expandir de forma horizontal. Chegamos ao limite da expansão agrícola para os lados. Agora tem que ser de forma vertical. O tudo está ligado a tecnologia”, completou Coimbra.

Agricultura de Precisão garante a radiografia do solo ao produtor rural

Para o supervisor, é a Agricultura de Precisão que garante a radiografia do solo ao produtor rural. Cita como dois momentos importantes no ganho com a produção, o plantio direto e agora, a agricultura de precisão. Coimbra destaca que pela correção precisa da terra é possível uma elevação considerável nos ganhos produtivos. O supervisor entende ser possível uma compensação financeira, provocada pelas adversidades climáticas, com o uso da tecnologia disponível no mercado hoje. “Todos sabem que a cada cinco safras de grãos, três correspondem às expectativas, e duas frustram. Então, o melhor caminho é garantir maior índice de produtividade, nos bons momentos. No final do ciclo, positivo e negativo, a média acaba sendo boa”, explica Coimbra.

No entendimento do supervisor do Senar, existem dois grupos de produtores rurais, os inquietos e os satisfeitos com os resultados. “Aquele que está inquieto com certeza vai estar sempre à procura dos meios para aumentar sua renda, que somente acontece se houver produtividade, que está ligada diretamente a tecnologia, e uma delas é a agricultura de precisão”, comenta Coimbra. Salienta ainda que, outras situações devem ser observadas, dentro das propriedades que cultivam grãos, como uma excelente palhada cobrindo o solo, adubação, cobertura verde e rotação de culturas. “Somando a agricultura de precisão a este conjunto, os resultados chegam”, disse.

Coimbra lembra que na pior seca dos últimos anos, a de 2005, a média de produtividade da soja girou em 15sacas por hectare enquanto nas lavouras com alto índice de tecnologia e cuidados básicos, a média ficou perto das 30 sacas por hectare.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.