Interior de SP recebe Programa de Aplicação Responsável da Dow AgroSciences com treinamentos para cana-de-açúcar

Agronegócio

Interior de SP recebe Programa de Aplicação Responsável da Dow AgroSciences com treinamentos para cana-de-açúcar

Programa reforça qualidade na aplicação de defensivos
Por:
572 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O programa, que também realiza treinamentos para grandes culturas, campos de produção de sementes, hortifruti e agricultura familiar, reforça a qualidade e segurança na aplicação de defensivos
 
Desenvolvido pela Dow AgroSciences em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Botucatu, o Programa de Aplicação Responsável, um dos projetos de Boas Práticas Agrícolas da empresa, capacitará profissionais envolvidos com culturas de cana-de-açúcar em municípios do Interior de São Paulo.
 
Entre os dias 19 a 23 de setembro, aplicadores, técnicos e outros envolvidos diariamente com o cultivo de cana-de-açúcar, serão capacitados em propriedades nas cidades de Boraceia, Iacanga, José Bonifácio, Palestina e Santa Albertina.
 
“O objetivo principal do Programa de Aplicação Responsável é realizar ações de extensão para apresentar aos produtores rurais os conceitos de boas práticas na aplicação de defensivos agrícolas, além de conscientizar e incentivar a adoção destas iniciativas, a fim de otimizar recursos, reduzir o impacto no meio ambiente e prover maior sustentabilidade para o agronegócio”, comenta a coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow AgroSciences, Ana Cristina Pinheiro
 
Durante os treinamentos práticos, todos os participantes têm contato com o Simulador de Deriva, equipamento desenvolvido pela Dow AgroSciences, em parceria com a UNESP, e que possibilita simular condições reais de vento e tamanhos de gota das aplicações. Dessa forma, é possível visualizar o efeito do uso de cada tipo de equipamento - ponta e pressão de trabalho, de acordo com a velocidade do vento no momento da aplicação.
 
O investimento em tecnologia e educação está dentro dos objetivos da empresa que foca na importância dos treinamentos para capacitar e disseminar as melhores recomendações por meio de práticas integradas em todas as etapas do processo de cultivo e produção. Desde o seu início, em 2010, o programa treinou cerca de 12.500 profissionais do campo sobre a importância das boas práticas agrícolas, com foco nos conceitos de tecnologia de aplicação.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink