Interleite Sul terá exemplos mundiais de sucesso na cadeia do leite

Agronegócio

Interleite Sul terá exemplos mundiais de sucesso na cadeia do leite

Palestrantes apresentarão tendências e experiências do setor em outros países
Por:
1056 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Análises e tendências na cadeia produtiva do leite serão trazidas ao público que vai participar na próxima semana do Interleite Sul 2014. O evento, promovido pela consultoria AgriPoint, ocorre nos dias 23 e 24 de setembro no Centro de Eventos do Gran Palazzo, em Passo Fundo (RS).

A "Visão integrada da qualidade do leite, do produtor à indústria" será o tema da palestra de Laerte Cassoli, da Clínica do Leite, da Universidade de São Paulo (USP), no primeiro dia pela manhã. O objetivo, conforme o especialista, é trazer uma visão mais ampla, desde o produtor até a indústria. Lembra os recentes acontecimentos de adulteração do leite ocorridos desde o ano passado. "Queremos discutir uma forma de minimizar estes casos e como seguir um sistema de controle de qualidade para evitar problemas como este", observa.

Cassoli afirma que indústrias no país já adotam sistemas de qualidade, como auditorias em transportadores que coletam o leite nas propriedades. Recorda também o exemplo da China, que em 2008 teve casos de melamina, que forçou o país a mudar a o sistema de controle da qualidade do produto. "Não adianta ter informação e não tomar uma atitude diante de uma fraude. A China é um bom exemplo que a gente pode se espelhar", avalia.

Já Wagner Beskow, consultor da Transpondo Consultoria Agropecuária, falará sobre o tema "Atraindo empreendedores para o leite: a união do capital com o trabalho em contratos de parceria rural no Brasil e no mundo". A ideia é mostrar o exemplo da Nova Zelândia com o Share Milk, que utiliza este conceito. "Um dos grandes problemas do setor é a mão de obra. Tem pessoas que querem investir na atividade mas não tem o tempo ou a experiência. De um lado uma pessoa tem o capital mas não tem a experiência e do outro a pessoa que tem isto mas não tem o recurso financeiro", ressalta.

No Brasil, Beskow afirma que já existem iniciativas neste tipo de sistema de investimentos, mas ainda é necessária a criação de um modelo organizado para que se tenha maior segurança aos investidores. "Existem iniciativas ainda rudimentares no Brasil. Mas ainda são desestruturadas. Precisamos propor modelos para que se evite percalços", salienta. 

As inscrições para o Interleite Sul 2014 estão abertas no site www.interleite.com.br/sul até esta quinta-feira, dia 18 de setembro. Após podem ser feitas no local do evento. O valor é de R$ 300 para o público em geral e R$ 175 para estudantes. O encontro tem a co-realização do Sistema Farsul/Senar, Sebrae/RS, e Sindilat.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink