Investimentos e diálogo garantem novo momento à agricultura do Paraná
CI
Agronegócio

Investimentos e diálogo garantem novo momento à agricultura do Paraná

42ª Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá - Expoingá
Por:

O governador Beto Richa afirmou na segunda-feira (12/5), ao participar da abertura da 42ª Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá - Expoingá 2014, no No Noroeste do Estado, que a agricultura do Paraná vive um novo momento, com investimentos que beneficiam diretamente os produtores e também em infraestrutura, que se refletem no setor. “O governo estadual tem diálogo com as entidades que representam o setor, e um exemplo concreto foi a criação da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), que atua para melhorar a qualidade dos produtos paranaenses”, disse o governador.

“Com a sanidade vegetal e animal, abrimos novos mercados, como por exemplo o da Rússia, que é exigente, rigoroso e paga bem. Já temos dois frigoríficos exportando e outros cinco em fase de habilitação”, afirmou o governador. “Estamos em constante diálogo com produtores e entidades rurais, ouvindo quem mais entende do assunto para avançar em passos largos no desenvolvimento rural do Estado”, disse, ao lado do prefeito de Maringá, Roberto Pupin; do presidente da Sociedade Rural, Wilson de Matos Silva Filho; do secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, de prefeitos da região e lideranças do setor agropecuário.

Richa afirmou que o governo dá atenção especial ao agronegócio, porque o setor fortalece a economia e alavanca o desenvolvimento do Estado. “Em 2013, o crescimento sólido do agronegócio foi fundamental para o crescimento do Produto Interno Bruto paranaense, que foi mais que o dobro do nacional”, disse o governador.

Entre as ações do Governo Estadual, o governador ressaltou o apoio aos produtores, com a entrega de calcário para aumentar a produtividade das pequenas propriedades, e as medidas para melhorar as condições das estradas rurais, como o repasse de óleo diesel e a entrega de Patrulhas do Campo. “Já temos mais de 2 mil quilômetros de estradas rurais readequadas”, disse ele.

Os investimentos no Porto de Paranaguá proporcionam recordes sucessivos na exportação, passando de 41 milhões de toneladas, em 2011, para 46 milhões de toneladas movimentadas em 2013. “Um porto eficiente e moderno representa redução de custo de produção”, afirmou.

Estradas - O prefeito Roberto Pupin ressaltou os investimentos do governo estadual em infraestrutura rodoviária. No Noroeste, são destaques a duplicação da PR-323, entre Maringá-Paiçandu, uma obra R$ 33 milhões, que já tem 70% dos trabalhos concluídos e deve ser entregue em agosto. Outra obra importante é a duplicação da PR-323, entre Maringá e Francisco Alves. A obra, de R$ 7,7 bilhões, será feita através de Parceria Público-Privada (PPP).

“Sabemos fazer o trabalho da porteira para dentro e estamos carentes da porteira para fora. O governo estadual contribui com investimentos em estradas, impulsionando o agronegócio na região”, afirmou Pupin. O governador destacou também investimentos em infraestrutura, que contribuem para melhorar o escoamento da produção, reduzir custos e ampliar a competitividade do setor.

O secretário da Agricultura afirmou que o Noroeste tem um forte setor agropecuário, com forte presença da agricultura familiar. A agricultura tem conquistado resultados elevados. O crescimento do setor, mais a capacitação do agricultor e o acesso à tecnologia garantem o avanço da economia paranaense e brasileira”, disse ele.

A região de Maringá recebeu R$184 milhões em financiamentos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), aplicados na agricultura, pecuária, reflorestamento, pesca, armazenagem, comércio, serviços e transporte. Desse total, mais de R$ 40 milhões foram destinados a produtores rurais.

Expoingá – O governador disse que a Expoingá é um dos maiores eventos do setor do agronegócio do Paraná e do Brasil, que vem se superando a cada ano. “Além da forte comercialização, a feira cria um momento de confraternização e lazer”, disse ele. A Expoingá, que vai até o próximo domingo (18), deverá receber mais de 500 mil pessoas e movimentar R$ 280 milhões em negócios.

A feira tem apoio da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento, do Instituto Emater e patrocínio da Copel. O Banco Regional de Desenvolvimento Econômico do Extremo Sul (BRDE) participa do evento.

"A Expoingá é uma feira de geração de conhecimento e oportunidades”, disse o presidente da Sociedade Rural, Wilson de Matos Silva Filho. “O governo do Paraná tem gerado politicas de desenvolvimento no setor do agronegócio, principalmente com investimentos em logística nas estradas, que é o maior problema do Brasil. Esses investimentos aumentam nossa produtividade e diminui nossos custos", disse ele.

Investimentos – Os investimentos do governo estadual e Maringá e região também foram temas do encontro do governador na Expoingá. O prefeito Roberto Pupin ressaltou a construção de cinco postos de saúde e a contratação de 90 médicos. A cidade recebeu seis novas escolas, que abriram vagas para mais 3.500 alunos. Outras seis escolas foram reformadas.

Água e Energia - Maringá recebe investimentos da ordem de R$ 87 milhões na ampliação do sistema de água e esgoto. Outros R$ 44 milhões serão aplicados em obras que começam ainda neste ano. Na área de energia, o investimento é de R$ 100 milhões na ampliação e melhoria da rede de distribuição de energia, além de subestações e linhas de transmissão. Um ano atrás foi concluída a estação Mandacaru (R$ 13 milhões). Para este ano estão previstos mais R$ 17 milhões na melhoria da rede.

Na área da habitação o investimento chega a R$ 28 milhões, para atendimento de 600 famílias. São 466 moradias contratas e 134 imóveis regularizados. Para reforçar a segurança, Maringá recebeu 60 novos policiais desde 2011 e outros 85 estão fazendo o curso de formação. Também foram repassadas 20 novas viaturas. O índice de homicídios dolosos na região de Maringá teve queda de 25% em 2013 na comparação com o ano anterior. Está em construção a nova sede do Instituto Médico Legal (IML) de Maringá, que atende a região.

Desenvilvimento Urbano – Só em pavimentação, de 2011 para cá, foram investidos em Maringá mais de R$ 15,8 milhões pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM). Foram pavimentadas ruas nos Jardins Rebouças, Céu Azul, Novo Alvorada, Andrade, Catedral, no Parque do Japão, nos Condomínios Ana Rosa, Cidade Campo e Portal das Torres e no Loteamento Grajaú. São destaques, também, a construção de um Centro da Juventude, no Conjunto Residencial Inocente Vilanova, e de um Centro de Eventos no Parque do Japão.

Participaram da abertura da Expoingá o secretário estadual da Indústria e Comércio, Horácio Monteschio; o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Cesar Vinicius Kogut; o chefe da Casa Militar do Governo do Paraná, coronel Adilson Castilho; o presidente da Sanepar, Fernando Ghignoni; os deputados federais Odílio Balbinotti, Edmar Arruda e Cida Borgheti, e os deputados estaduais Luis Nishimori, Doutor Batista, Wilson Quinteiro, Evandro Junior e Teruo Kato.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink