Irga receberá o prêmio "O Futuro da Terra" na expointer 2007

Agronegócio

Irga receberá o prêmio "O Futuro da Terra" na expointer 2007

O Instituto teve participação fundamental na história da cultura do arroz irrigado no RS ao desenvolver e difundir novas tecnologias
Por: -Silvano
143 acessos

As grandes idéias que marcam o setor agropecuário gaúcho serão destacadas em premiação do Jornal do Comércio durante a 30ª Expointer, que acontece de 25 de agosto a 2 de setembro, em Esteio. Como uma alternativa agrícola, o Programa Arroz RS, desenvolvido pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), será premiado na cerimônia que ocorrerá no dia 28, às 19 horas, na Casa da Farsul.

Na história da cultura do arroz irrigado no Rio Grande do Sul, o Irga teve uma participação fundamental. Sua ação no desenvolvimento e difusão de tecnologias, desenvolvimento e defesa das políticas junto ao setor proporcionaram ganhos de produtividade e expansão do cultivo ao longo da metade sul do Estado.

O Programa Arroz RS foi estruturado segundo três linhas básicas de ação: a primeira com relação às áreas de pesquisa e extensão rural, a segunda na área de comunicação de informações e tecnologia e a terceira que trata dos aspectos sócio-econômicos desta cadeia produtiva. Com mais de 30 projetos destinados a promover a sustentabilidade de toda a cadeia produtiva, o Programa fundamenta-se em duas linhas de ação: aumentar a produtividade do arroz e fomentar a demanda interna, a exportação e diversificação do arroz como matéria-prima para outros produtos.

Para aumentar a produtividade, foram transferidas novas tecnologias aos produtores e entregues novas cultivares. O trabalho para aumentar a demanda e melhorar a renda do produtor baseou-se em três eixos de atuação: marketing do arroz, busca de novos mercados e gestão ambiental sustentável.

O Programa deu resultado. Nos últimos três anos a produtividade da lavoura de arroz aumento de 5,3 mil quilos por hectare para 6,88 mil quilos por hectare. Na safra 2006/2007, o Projeto 10, do Arroz RS, esteve em 55 municípios da região arrozeira, sendo 51.804 ha de áreas de projeto envolvendo diretamente 497 produtores. As informações são da assessoria de imprensa do evento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink