Jacto inaugura planta industrial na Argentina
CI
Jacto

Jacto inaugura planta industrial na Argentina

Unidade será destinada para fabricação de pulverizadores
Por:

A Jacto inaugurou nessa sexta-feira (16.02) sua planta fabril na Argentina. No local, serão produzidos três modelos de pulverizadores tratorizados da linha Arbus e um modelo de pulverizador automotriz da linha UNIPORT.

A nova fábrica industrial da empresa tem 3600 m² e estará localizada na cidade de Arrecifes, província de Buenos Aires, a 180 km da Capital Federal.

Exclusivamente para o mercado local, a empresa produzirá o UNIPORT 3000, um pulverizador automotriz que possui reservatório de 3000 litros e barras de pulverização de 30 metros.

"É equipamento com especificações adequadas para o produtor e empreiteiro argentino, que trabalham grandes extensões e demandam maior capacidade de trabalho. O mercado exige tecnologia de precisão, equipamentos robustos e baixa manutenção, que proporcionam qualidade e segurança para as aplicações, para o operador e também para o meio ambiente, Essas são as características da Jacto e confiamos plenamente que estão presentes neste novo produto ", diz Marcelo Blanco, gerente comercial da Argentina.

Por outro lado, acrescenta que "a escolha de fabricar também os modelos da família Arbus é justificada, porque a Argentina tem grandes áreas de cultivo para exportação de maçãs, peras, laranjas, tangerinas, limões, uvas entre outros, que apoiam importantes economias regionais onde Jacto sempre foi e é líder".

 “A Argentina é um dos nossos principais mercados fora do Brasil. É um país com clima favorável e terra fértil, cujos produtores são receptivos às novas tecnologias. Além disso, a Jacto já conta com uma estrutura no país há 26 anos, que recebe as máquinas produzidas aqui e que agora está sendo ampliada para se tornar uma unidade fabril”, explica Fernando Gonçalves Neto, Presidente da Jacto.

Outro aspecto que reforça a fabricação de equipamentos na Argentina é que há um cenário oportuno em relação às iniciativas governamentais para aumentar a produção no país.

"Essas medidas do novo governo têm sido positivas para melhorar a rentabilidade e a projeção futura do produtor agrícola, como é o caso da eliminação e / ou redução das retenções nos preços de exportação dos diferentes grãos, a melhoria sensível do cambio e outros fatores que dão estabilidade aos produtores, hoje são encorajados a produzir e precisarão de equipamentos eficientes para serem competitivos ", explica Carlos Palmieri, Gerente Geral da Jacto Argentina.

Comemorações – A inauguração da planta industrial na Argentina será um marco para os 70 anos da Jacto, comemorados em 2018. É também um momento bastante simbólico, uma vez que historicamente, em 1963, a Jacto fez sua primeira exportação: um lote de pulverizadores costais, exatamente para a Argentina. Atualmente a empresa exporta para mais de 100 países, com presença nos cinco continentes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.