Japão diminui exigências sobre a vaca louca

Agronegócio

Japão diminui exigências sobre a vaca louca

As exigências do governo japonês no que se refere aos testes da vaca louca estão menores
Por:
1 acessos

As exigências do governo japonês no que se refere aos testes da vaca louca estão menores. O diretor do painel da comissão sobre vaca louca da Comissão de Segurança Alimentar, Yasuhiro Yoshikawa, informou que os animais com menos de 21 meses do rebanho estão liberados dos testes da doença.

Apesar do relaxamento para o gado do próprio país, o Japão ainda mantém o veto sobre as importações de carne dos Estados Unidos, que também registrou um surto da doença. A medida, no entanto, foi considerada uma barreira comercial, segundo um relatório do representante norte-americano do Comércio. A proibição é uma "barreira comercial injustificada", disse o relatório. O documento acrescentou que o país não irá, necessariamente, fazer queixa sobre o Japão na Organização Mundial de Comércio (OMC).

O Japão comprou cerca de US$ 1,7 bilhão de carne dos EUA em 2003, o que o tornou o maior comprador do produto americano, antes que a doença fosse detectada.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink