Japão financiará pesquisas sobre a ferrugem na Argentina
CI
Agronegócio

Japão financiará pesquisas sobre a ferrugem na Argentina

Centro de pesquisas do Japão vai financiar identificação da ferrugem na Argentina
Por: -Sandra

O pesquisador Hiroshi Kudo, representante para a América do Sul do Japan International Research Center for Agricultural Sciencias (Jirca), esteve na Argentina visitando Estações Experimentais do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (Inta) com a intenção de firmar acordo de cooperação para identificar tipos de ferrugem da soja na Argentina.

O pesquisador faz parte da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e, segundo comentou o pesquisador Antonio Ivanchovich do Inta Pergamino, o Jirca colabora há tempos com o Inta no marco de um acordo geral. “Agora nos apoiarão financeiramente durante um período que se estenderá até 2011”, disse Ivanchovich.

Hiroshi Kudo comentou que já faz tempo que estão pesquisando a ferrugem no Brasil, mas identificaram que era positivo estender o trabalho a outros países da América do Sul, como Paraguai e Argentina.

“A idéia é que a Argentina possa sustentar a boa produção de soja, posto que o Japão é um dos maiores consumidores do que é produzido nesse país”, assinalou o especialista brasileiro.

Os trabalhos realizados tendem a conhecer se a ferrugem presente na Argentina é semelhante nas Missões, Salta, Jujuy, Santiago del Estero, Tucumán ou na zona da Pampa úmida, como forma de conhecer a doença.

“Isto é muito importante porque quando se trata de superar um problema é fundamental saber quem é o inimigo. Hoje não temos claro se é o mesmo ou se estamos falando de patologias diferentes”, ressaltou Ivanchovich. As informações são do caderno agrícola E-campo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink