Japão negocia biocombustível do Brasil

Agronegócio

Japão negocia biocombustível do Brasil

Por:
1 acessos

O deputado Mendes Thame almoçou, na quinta-feira (3), em Brasília, com os diretores do Banco de Cooperação Internacional do Japão (JBIC) que estão no Brasil para iniciar estudos sobre acordo de financiamento à pesquisa e produção de biocombustível. Segundo Thame, o vice-diretor do Departamento de Desenvolvimento do JBIC, Toshitaka Takeuchi, sinalizou que são amplas as possibilidades de o Brasil vir a ser um grande fornecedor de biocombustíveis ao Japão, especialmente do álcool anidro.

“O acordo, que envolve o Ministério da Agricultura, pretende justamente determinar o volume de investimentos que o Japão terá de realizar no Brasil, para garantir o fornecimento de combustível renovável ao mercado japonês”, explicou Thame, acrescentando que, “segundo Takeuchi, ainda existem resquícios da preocupação com a capacidade do Brasil em cumprir um contrato de grande porte e por longo prazo, isto devido às dificuldades no passado com o fornecimento de álcool e ausência de estoques reguladores”. Como fator favorável, os japoneses consideraram muito “proveitosa” a viagem recente de representantes da Única, entidade de congrega produtores de álcool, ao Japão, quando muitas das dúvidas existentes foram dirimidas”.

No passado, os japoneses investiram US$ 570 milhões no cultivo de soja no cerrado, auxiliando a projetar o Brasil como grande produtor mundial do produto. “Agora, ainda segundo o deputado Thame, o Japão demonstra estar disposto a financiar áreas plantadas de cana-de-açúcar, a construção ou ampliação de usinas, aumentar a capacidade de estocagem do álcool, que é o produto preferencial dos japoneses por reduzir a poluição atmosférica.

Somente a mistura de 3% de álcool (etanol) como aditivo à gasolina implicará a necessidade de fornecimento de 1,8 bilhões de litros/ano do produto”, explicou. Para realizar os estudos do volume de investimentos necessários para garantir os contratos de fornecimento de álcool e biodiesel a longo prazo para o Japão, o JBIC contratou a empresa Pacific Consulting. Hoje, o Banco tem ativos de 100 bilhões, e a carteira de empréstimos para o Brasil é de US 8 bilhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink