Japoneses vão comprar farelo de soja da Argentina

Agronegócio

Japoneses vão comprar farelo de soja da Argentina

Contrato de US$ 700 milhões por ano
Por: -Leonardo Gottems
1029 acessos

O conglomerado Mitsui vai comprar, anualmente, 400 mil toneladas de farelo de soja da Argentina pelo menos até 2019. O negócio foi anunciado durante a visita oficial do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe ao vizinho sulamericano – a primeira de um chefe de governo do país asiático em 57 anos. 

Os japoneses pretendem levar o derivado da soja para fazer a distribuição em vários países da Ásia, em um contrato que chegaria a pelo menos US$ 700 milhões por ano. As informações são do Blog AgroSouth News.

Nós últimos quatro anos, o número de empresas japonesas na Argentina caiu de aproximadamente 120 para 57. A aliança estratégica entre Argentina e Japão tem o objetivo de atrair investimentos de US$ 6 a US$ 9 bilhões, além de aumentar o comércio entre os dois países. Atualmente, a Argentina exporta apenas US$ 1.2 bilhão e importa US$ 570 milhões do país asiático.

“É inaceitável que esses dois países tão importantes tenham estado sem relações diplomáticas nos últimos anos”, afirmou o presidente argentino Maurício Macri. Já o primeiro-ministro Shinzo Abe prometeu ajudar o seu par argentino: “Macri já mostrou que é sério e quer uma abertura econômico. Vou dar o respaldo político máximo para que os investimentos japoneses de fato ocorram”.

Após a saída argentina do Default (suspensão de pagamentos da dívida pública), o banco de fomento de investimentos japonês Japan External Trade Organization se reinstalou no país vizinho. Também anunciaram investimentos as empresas automobilísticas (Toyota e Honda), na infraestrutura de transporte (cargas e freios de trem), entre outros. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink