Jornada sobre Controle do Carrapato ocorre de forma virtual
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

Jornada sobre Controle do Carrapato ocorre de forma virtual

O evento amplia abrangência com a situação do carrapato nos países platinos
Por:

A "Jornada Técnica sobre Controle do Carrapato", promovida pela Embrapa, Associação e Sindicato Rural de Bagé e Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte de Bagé, acontece neste ano de forma virtual, na próxima terça-feira, 08 de setembro, às 19h. A transmissão será realizada através do canal da Embrapa no Youtube e contará com um panorama do problema feito por técnicos e pesquisadores do Brasil, Uruguai e Argentina, assim como o debate sobre alternativas e estratégias para o controle do parasita. 

A jornada terá como ponto central a situação epidemiológica do carrapato bovino, resistência a antiparasitários e medidas de controle. A partir desta abordagem, Francisco Alves Branco, representante do Consulabvet – Consultório e Laboratório Veterinário, fala sobre a situação no Rio Grande do Sul; Santiago Nava, representante do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (Inta),  registra o panorama na Argentina; e Ulises Cuore, representante do Laboratório Veterinário do Departamento de Parasitologia do Uruguai, apresenta a conjuntura uruguaia.  

Após as palestras, Claudia Gulias Gomes, pesquisadora da Embrapa, e José Reck, pesquisador da Secretaria Estadual de Agricultura, debatem o tema. A moderação será feita por Marcos Borba, pesquisador da Embrapa, que destaca a proposta de trazer um panorama atualizado sobre o problema, considerando sua complexidade, que envolve desde questões internas às propriedades até temas atinentes às instituições públicas e privadas.    

“O evento tem propósitos bastante simples, apesar de tratar de um problema extremamente complexo, cuja solução depende da interveniência de múltiplos atores. O controle do carrapato depende de ações que ocorrem dentro da porteira; tem um segundo plano no âmbito do controle da circulação de animais, abrange a qualificação dos químicos disponíveis. Ou seja, diferentes níveis que envolvem desde o produtor até o Estado, a pesquisa, a extensão, os técnicos da iniciativa privada. Ou seja, somente quando estabelecermos objetivos e interesses comuns em solucionar o problema é que poderemos alcançar resultados efetivos”, destacou Borba.  

Além das perdas produtivas e dos danos diretos provocados ao parasitar o animal, como anemias, estresse e lesões no couro, o carrapato pode aumentar em até quatro vezes a frequência das bicheiras (miíases). O carrapato é, ainda, o vetor dos patógenos responsáveis pela babesiose e anaplasmose, doenças que caracterizam o complexo da Tristeza Parasitária Bovina (TPB) – um dos principais problemas ocasionados pelo parasita. 

Geraldo Brossard Corrêa de Mello, presidente da Associação e Sindicato Rural, destaca que, além do panorama sobre a situação do problema nos três países, a ideia é efetivar uma proposta de ação conjunta para controle efetivo do carrapato. “Tentar chegar a uma delineação pelo menos eficaz para que o produtor seja amenizado desses prejuízos causados pelo carrapato”, ponderou. 

Segundo Luis Eduardo Murgas Vaz, presidente do Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte de Bagé, a participação dos palestrantes da Argentina e Uruguai neste ano amplia a visão sobre a situação do carrapato e também vai proporcionar uma troca de informações e estratégias importantes para o controle do problema. “Temos o exemplo aqui no Uruguai, onde não existe trânsito de animais com carrapato. Isso é muito fiscalizado e demandado inclusive pelo produtor, que tem a consciência de que está nas mãos dele o controle e não somente do governo. Então vai ser uma troca muito importante devido a essa similaridade das nossas matrizes produtivas”, pontuou. 

Serviço
Evento: Jornada Técnica sobre Controle do Carrapato
Data: 08 de setembro
Horário: 19h
Onde assistir: Canal da Embrapa no YouTube (www.youtube.com/embrapa)
O evento é totalmente virtual, gratuito e sem necessidade de inscrições prévias. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink