Jovens de Caseiros conhecem empreendimentos da região

Agronegócio

Jovens de Caseiros conhecem empreendimentos da região

Um grupo de 22 jovens esteve na sede da Emater/RS-Ascar para participar de mais uma etapa do Projeto Fábrica de Sonhos.
Por:
333 acessos

Um grupo de 22 jovens, do segundo ano do ensino médio da Escola Estadual Casimiro de Abreu, do município de Caseiros, esteve na sede do regional da Emater/RS-Ascar de Passo Fundo, na última sexta-feira (05/08), para participar de mais uma etapa do Projeto Fábrica de Sonhos, desenvolvido no município em parceria com a Emater/RS-Ascar. Eles conheceram o empreendimento Atua Sistemas de Informação. O Projeto, que trabalha com jovens em idade escolar, tem o objetivo de apresentar experiências desenvolvidas, ou que possam vir a ser desenvolvidas, no município de Caseiros. Durante o dia, os jovens também foram até Não-Me-Toque conhecer a Stara.

Conforme a extensionistas social da Emater/RS-Ascar de Caseiros, Giancarla Ottoni Passos, o projeto Fábrica dos Sonhos busca capacitar os jovens a desenvolverem projetos empreendedores, avaliando riscos e oportunidades. "Eles estão tendo oportunidade de conhecer cadeias produtivas e empreendimentos, que podem servir de exemplo para o surgimento de novos negócios, com oportunidades de geração de emprego e renda, bem como evitando o êxodo dos jovens do campo", avaliou. O grupo já visitou uma empresa de maravalha, uma agroindústria familiar, uma empresa de processamento de aveia, entre outras. 

Na oportunidade, os jovens foram recepcionados pela assistente técnica regional social da Emater/RS-Ascar, Doriana Miotto, e pelo gerente regional da Instituição, Oriberto Adami. A palestra foi feita pelo diretor da Atua Sistemas de Informação, Álvaro Melo. Os estudantes estavam acompanhados pela professora Elisiane Souza Telles. 

A aluna Laura Rossoni saiu satisfeita. "Deu para aprender muita coisa. Com essas visitas podemos desenvolver várias ideias", disse. Também satisfeito estava Lucas Dalmás Zapell. Ele disse que foi muito bom e que essas atividades do projeto contribuem para o futuro. "Aprendemos com a experiência dos outros", concluiu o jovem de 16 anos.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink